Turismo

África do Sul: além da Copa do Mundo

Sete programas para descobrir em grande estilo os encantos da África do Sul, que abriga o Mundial de futebol de 2010, e de seus países vizinhos

Por: Claudia Carmello - Atualizado em

Sete passeios na África do Sul - Safári de Elefante_2167a
No Camp Jabulani, em Hoedspruit, os turistas podem fazer um safári de elefante (Foto: Shem Compion)

1. Safári de elefante

Quem cruza a savana em jipe aberto tem o objetivo de ver de pertinho um dos animais do grupo conhecido como “big five”, composto dos cinco grandes mamíferos mais difíceis de ser caçados pelo homem. Que tal, então, encarar um safári sobre o lombo de um desses bichões? Montado num elefante, o turista pode ter uma visão privilegiada de girafas, zebras e copas de árvores. E, quem sabe, avistar um dos demais integrantes do “time”: leão, leopardo, rinoceronte e búfalo. O passeio está entre os atrativos do Camp Jabulani, em Hoedspruit (a 1h15 de voo de Johannesburgo). São apenas seis bangalôs envidraçados em que o teto rústico de sapê contrasta com os cobertores elétricos das camas. Há uma área com 650 metros quadrados e duas suítes onde as crianças recebem cuidados e atenção de monitores de recreação.

Camp Jabulani. Diária para duas pessoas a partir de 3 600 reais, com pensão completa, vinhos sul-africanos, safáris e traslado do aeroporto de Hoedspruit. Tel.: (27) 12 460-5605. Site: www.campjabulani.com.

 

Divulgação
África do Sul - One & Only Cape Town - Vista Bar_2167a
O Vista Bar, no resort One & Only Cape Town, é ideal para um chá ou happy hour e oferece uma visão arrebatadora da Table Mountain (Foto: Divulgação)
O Vista Bar, no resort One & Only Cape Town, é ideal para um chá ou happy hour e oferece uma visão arrebatadora da Table Mountain

2. Sem sair da cidade

Urbanoides convictos podem não se deixar seduzir pela savana, pelos elefantes e vinícolas bucólicas. Mas, em geral, não resistem à Cidade do Cabo, onde a África do Sul é mais cosmopolita e sofisticada sem deixar de ser linda. As praias, o bondinho e a cadeia de montanhas Table Mountain, que corta a metrópole, rendem comparações recorrentes com o Rio de Janeiro. Para se hospedar em um retiro de mordomias sem arredar pé do agito, o resort One & Only é sob medida. Fica na maior atração turística da cidade, o Victoria & Alfred Waterfront, porto revitalizado cheio de bares, restaurantes e shoppings. Os 131 quartos e suítes modernos oferecem mordomo 24 horas. O spa, localizado numa ilha dentro de um imenso espelho-d’água, tem piscinas, salas para massagens a dois, aulas de ioga, academia, cabeleireiro... Mas é no quesito comprar e comer que o hotel mostra mesmo a que veio. A NEO, uma butique com champanhe bar, joalheria e grifes como Stella McCartney, Balenciaga e Alaïa, é puro luxo. O hotel abriga ainda a primeira filial africana do Nobu, do chef Nobuyuki Matsuhisa, e o Maze, casa com a assinatura do chef-celebridade Gordon Ramsey. O Vista Bar, ideal para um chá ou happy hour, conta com uma perspectiva arrebatadora da Table Mountain. Comprando o pacote de operadoras da rede Virtuoso, como Agaxtur, PrimeTour e Teresa Perez, ganha-se um tratamento de cinquenta minutos no spa.

One & Only Cape Town. Diária para duas pessoas, em quarto duplo, a partir de 1 100 reais, com café da manhã. Tel.: (27) 21 431-5800. Site: www.oneandonlycapetown.com.

 

Divulgação
África do Sul - passeio de balão - Sossusvlei - Namíbia_2167a
Passeio de balão em Sossusvlei, na Namíbia, organizado pela Teresa Perez Tours (Foto: Divulgação)
Passeio de balão em Sossusvlei, na Namíbia, organizado pela Teresa Perez Tours

3. Aventuras no deserto e jogo do Brasil

Se assistir a um jogo do Brasil na Copa dentro do estádio já é um privilégio para poucos, o que dizer de uma jornada pelo Deserto do Namib, na Namíbia, um dos mais inóspitos do planeta? Essa é a proposta de um roteiro de doze dias montado pela operadora de luxo paulistana Teresa Perez. A viagem começa em 6 de junho, em São Paulo. Voa-se para Windhoek, a capital da Namíbia, e depois em aviões particulares até Sossusvlei. Nessa região acontecem cavalgadas, um voo de balão e um passeio ao impressionante Dead Vlei, uma planície de argila branca cercada por dunas de até 350 metros de altura, tão seca que é salpicada por esqueletos de árvores centenárias. Depois há safáris e trilhas de bicicleta por Damaraland. Lá, a atração são os elefantes e safáris no parque nacional Etosha. Nômades da tribo himba podem ser encontrados pelo caminho. Em Johannesburgo, onde termina a viagem, está garantido o ingresso para a primeira partida da seleção verde e amarela, contra a Coreia do Norte.

Teresa Perez Tours. Sai por 18 500 reais por pessoa, em apartamento duplo, com café da manhã, pensão completa com bebidas em Sossusvlei, Damaraland e Etosha, passeios, traslados e voos dentro da Namíbia. Tel.: 3799-4000. Site: www.teresaperez.com.br.

 

Divulgação
África do Sul - castelo de Pezula - Knysna - Rota do Jardim_2167a
O castelo de Pezula, em Knysna, na Rota do Jardim, pode ser alugado por uma semana (Foto: Divulgação)
O castelo de Pezula, em Knysna, na Rota do Jardim, pode ser alugado por uma semana

4. Um castelo para chamar de seu

Durante uma semana, o castelo de Pezula, em Knysna, em plena Rota Jardim, a estrada mais cênica da África do Sul, será seu. Pelo pacote da Copa, você chegará de helicóptero até o resort mais próximo. Depois, percorrerá o resto do trajeto de carro com chofer particular e será recepcionado com champanhe e ostras por seu mordomo e seu chef. A vista que se tem da praia particular, Noetzie Beach, completa a impressão de estar num sonho bom. Mas o mar é gelado, viu? Tudo bem, dá para se banhar na piscina aquecida ou curtir as suítes com TV de LCD, DVD e internet wireless, camas king-size, closets amplos e varandas com espreguiçadeiras. Quando toda a privacidade cansar, basta chamar o motorista e ir ao Pezula Resort, ao lado — é o local em que estará hospedada a seleção da França durante a Copa. Massagens no spa, cavalgadas e jogo de golfe estão incluídos nos mimos para os donos temporários do palácio de aluguel.

Pezula Private Castle. Só faz pacote de uma semana para dez pessoas (192 000 reais, com pensão completa, bebidas alcoólicas, atividades do resort e traslados inclusos). Tel: (27) 44 302-3311. Site: www.pezulaprivatecastle.com.

 

Divulgação
África do Sul - Le Quartier Français - Franschhoek_2167a
O Le Quartier Français, na região vinícola de Franschhoek, é um dos destinos mais procurados na África do Sul por quem gosta de comer bem (Foto: Divulgação)
O Le Quartier Français, na região vinícola de Franschhoek, é um dos destinos mais procurados na África do Sul por quem gosta de comer bem

5. Prato cheio para gourmets

A turma dos que não abrem mão de comer bem a-do-ra seguir rankings montados por publicações especializadas em gastronomia. Para eles, dois destinos da África do Sul encabeçam a lista de prioridades. São: La Colombe, em Constantia, na zona urbana da Cidade do Cabo, e Le Quartier Français, na região vinícola de Franschhoek. Eles ocupam, respectivamente, a 12ª e a 31ª posições na lista das cinquenta melhores cozinhas do mundo montada pela revista inglesa ‘Restaurant’. Ambos estão instalados em casarões rurais charmosos, no meio de vinhedos que abrigam também hotéis intimistas para curtir uma preguiça. Qual deles vale mais a pena? Se o critério for experiência completa, Le Quartier Français, que oferece acomodações melhores, aliadas a deleites gourmet — na edição 2010 do guia de viagem ‘Condé Nast Traveller’, foi eleito um dos três melhores hotéis onde se pode comer na África, Oriente Médio e Oceano Índico. O pacote ‘Dine-a- Stay’, por exemplo, inclui refeições nos três restaurantes da casa (o iCi, o Bread&Wine e o Tasting Room). As duas suítes Auberge têm lareira, chão aquecido, frigobar livre incluindo bebidas alcoólicas, cafeteira Nespresso, dock para tocador de MP3 e videogame Wii.

Le Quartier Français. Diárias na suíte Auberge para duas pessoas a partir de 1 900 reais, com café da manhã; no pacote ‘Dine-a-Stay’, diária para duas pessoas a partir de 5 000 reais. Tel.: (27) 21 876-2151. Site: www.lequartier.co.za.

 

Divulgação
África do Sul - Extreme 19th - The Legend - Waterberg - Namíbia_2167a
O desafiador Extreme 19h, o buraco de golfe mais difícil do mundo, no resort The Legend, em Waterberg, já levou personalidades como Lewis Hamilton a tentar o prometido prêmio de 1 milhão de dólares a quem acertar a bolinha (Foto: Divulgação)
O desafiador Extreme 19h, o buraco de golfe mais difícil do mundo, no resort The Legend, em Waterberg, já levou personalidades como Lewis Hamilton a tentar o prometido prêmio de 1 milhão de dólares a quem acertar a bolinha

6. Tacadas milionárias (ou quase)

Localizado na montanhosa — e deslumbrante — região de Waterberg, no noroeste da Namíbia, o resort The Legend é uma Disneylândia do golfe. Seu Signature Course (120 reais por pessoa) tem cada um dos dezoito buracos assinados por um expoente desse esporte, como o irlandês Padraig Harrington, o fijiano Vijay Singh e o espanhol Sergio García. Já o Tribute Course (47 reais por pessoa), inaugurado no fim de 2009, recria dez dos mais famosos Par 3s, buracos projetados para ser acertados em três tacadas. Nada, porém, empolga mais os visitantes que o desafiador Extreme 19th, o buraco mais difícil do mundo (1 600 reais, para quatro pessoas). A brincadeira consiste em pegar um helicóptero, descer no topo de um cânion espetacular e, dali, mirar o buraco 19, que fica 430 metros abaixo, em um gramado em formato de mapa da África. É tão longe que a bolinha demora pelo menos vinte segundos para cair. Impossível? Quem conseguir o hole-in-one (acertar em tacada única) faturará um prêmio de 1 milhão de dólares. Personalidades como o piloto Lewis Hamilton, o ator Morgan Freeman e o cantor Phil Collins já se aventuraram. Por enquanto, ninguém saiu de bolso cheio. Após as tacadas, vale curtir o spa do local ou jantar à luz de velas sob uma figueira antes de cair na cama de uma das cinco pousadas do complexo.

The Legend Golf & Safari Resort. Diária para duas pessoas a partir de 1 200 reais, com pensão completa e dois safáris por dia. Tel.: (27) 11 729-6700. Site: www.legend-resort.com.

 

Divulgação
África do Sul - Granite Suites - Kruger_2167a
As Granite Suites, na reserva Londolozi, na região do Kruger, têm três casas de vidro de pedra e vidro que se abrem para uma varanda com piscina privativa aquecida e vista para o Rio Sabi (Foto: Divulgação)
As Granite Suites, na reserva Londolozi, na região do Kruger, têm três casas de vidro de pedra e vidro que se abrem para uma varanda com piscina privativa aquecida e vista para o Rio Sabi

 7. Banheira aquecida e champanhe

A região do Kruger, o parque para safári mais famoso da África, na fronteira com Moçambique, concentra centenas de hospedagens de primeira. As Granite Suites, na reserva Londolozi, estão entre elas. Trata-se de um conjunto de três casas de pedra e vidro, que comportam duas pessoas cada uma. Quarto e banheiro imensos se abrem para uma varanda com piscina privativa aquecida e vista para o Rio Sabi. O serviço, ultrapersonalizado, inclui mordomo e champanhe. A piscina natural comum às três suítes, cavada em rochas brutas, tem um charme matador. Menores de 16 anos só são aceitos quando uma mesma família aluga as três suítes. No vizinho resort de safári Sabi Sabi fica o Earth Lodge, com treze suítes equipadas com piscina na varanda, chuveiro interno e externo ao ar livre e esculturas naturais assinadas pelo artista sul-africano Geoffrey Armstrong. É oferecido serviço de mordomo. As paredes cor de terra foram esculpidas em uma encosta e há vãos por onde entram luz natural e ventilação. A suíte Amber, presidencial, tem uma cama cuja cabeceira é uma árvore portentosa, com tronco e galhos que parecem ancorar o teto de pé-direito duplo. Nas áreas comuns, bossas como galeria de arte, jardim de meditação e adega com mais de 6 000 garrafas raras. Outra boa opção, o Boulders Lodge, na reserva Singita, tem doze suítes também com piscina privativa aquecida, chuveiro externo e deque para observação da fauna. O destaque é o banheiro imenso e todo envidraçado, com vista para a savana, uma banheira retrô, poltronas elegantes e pia dupla. Ou a lareira de pedra que se abre para a sala e para a cama com dossel. A pensão completa do Singita inclui ainda bebidas alcoólicas (exceto champanhe francês), além de serviço de lavanderia.

Londolozi Private Game Reserve — Granite Suites. Diária para duas pessoas a partir de 4 600 reais, com pensão completa, bebidas alcoólicas sul-africanas e dois safáris por dia. Tel.: (27) 11 280-6655. Site: www.londolozi.com.

Sabi Sabi Private Game Reserve — Earth Lodge. Diária para duas pessoas a partir de 3 960 reais, em quarto duplo, com pensão completa, bebidas alcoólicas sul-africanas e dois safáris por dia. Tel.: (27) 13 735-5261. Site: www.sabisabi.com.

Singita Game Reserve — Boulders Lodge. Diária para duas pessoas a partir de 5 200 reais, em quarto duplo, com pensão completa e dois safáris por dia. Tel.: (27) 21 683-3424. Site: www.singita.com.

 

Fonte: VEJA SÃO PAULO