Gastronomia

Acrópoles e Café Olympia: comida grega e quebra de pratos

Assados de carneiro ou de pernil de vitela e lula recheada estão entre os pratos prinicpais

Por: Priscila Zuini - Atualizado em

Acrópoles: torta de berinjela com carne moída e massa de batata
Acrópoles: torta de berinjela com carne moída e massa de batata (Foto: Mario Rodrigues)

A comunidade grega começou a se formar por aqui a partir de 1900. Muitos adotaram São Paulo depois das duas guerras mundiais e do conflito com a Turquia. O grego Thrassyvoulos Petrakis, o seu “Trasso”, comanda o Acrópoles, que funciona em dois endereços. Da cozinha saem diversas receitas típicas como assados de carneiro (R$ 32,00) ou de pernil de vitela (R$ 30,00), lulas recheadas (R$ 40,00) e o famoso mussaká, uma espécie de torta de berinjela com carne moída e massa de batata (na foto;R$ 27,00). Para sobremesa, o kataifi (R$ 8,00), um macarrão doce enrolado com nozes. O Café Olympia faz pratos simples e bem temperados, caso da lula recheada e servida com arroz (R$ 23,00). Para se sentir na Grécia, esporadicamente há quebra de pratos ao som de música ao vivo. A próxima será no dia 1º de agosto e é preciso reservar.

Fonte: VEJA SÃO PAULO