Empresa faz acordo com moradores para construir arena no Jockey Club

Assinatura do compromisso entre empresa e associação aconteceu na última semana

Por: Carol Pascoal - Atualizado em

XYZ_live01
A projeção da fachada da obra:inauguraçãoprevista para julho (Foto: Fernando Moraes)

Responsável pelas obras da Claro Live! House, espaço multiuso que está sendo erguido dentro do Jockey Club, a empresa de entretenimento XYZ Live assinou na última semana um acordo com a associação de moradores, que representa 1 500 casas no entorno do espaço que fica na Zona Oeste. A presidente da Sociedade Amigos da

Cidade Jardim, Caia Marrey, explica que o acordo foi discutido por três meses antes da assinatura. 

 

Além da melhoria da segurança, o acordo entre as partes visa o fim dos eventos de grande porte no gramado central do Jockey Club. Enquanto um festival leva 70 000 pessoas à redondeza, a casa de espetáculos atrairá, no máximo, 7 000 em uma noite. “Desde que moro ali, a 100 metros do Jockey Club, já ocorreram muitos shows. Alguns dão certo, mas outros são verdadeiras catástrofes”, diz Caia. 

Após ver o projeto da XYZ Live, a organização fez algumas exigências e passou a apoiar a obra. “A ideia de um espaço provisório para eventos menores e com acústica adequada é melhor do que esses megashows”.  

O presidente da XYZ Live, Bazinho Ferraz, endossa o discurso. “O impacto para quem mora na região será bem menor, porque a casa tem um projeto acústico e o estacionamento (para 2 500 carros) será dentro do clube.”

Das 1 500 residências citadas, cerca de 40 são contrárias à casa de espetáculos. “Eu imagino que esse grupo seja de pessoas que moram muito perto do Jockey, eles viram o tamanho da construção e se assustaram; nem quiseram ver o projeto”, afirma Caia, que também é sócia do Jockey Club. “Quando o turfe era glamoroso, o local recebia mais de 35 000 pessoas.”

“Hoje, estamos em outra realidade e o Jockey precisa sobreviver. Se fechar, será um desastre para o bairro.” 

Confira outras medidas tomadas pela empresa para chegar em um acordo com os vizinhos do Jockey Club:

- Trabalho conjunto a CET para melhorar o trânsito local (não apenas em dias de eventos na Claro Live! House).

- Iluminação das praças e ruas da região.

- A instalação de novas câmeras e adaptação das que já  estão instaladas na região, além de monitoramento mensal por empresas especializadas (indicadas pela associação de moradores).

- Execução do projeto Bairro Protegido em alguns bolsões da vizinhança para melhor o trânsito no local  (sinalização nas ruas, criação de canteiros arborizados, etc.).

Fonte: VEJA SÃO PAULO