Passeios

O que acontece nesta sexta (24): shows

Cinco apresentações dos mais diferentes estilos acontecem na cidade

Por: Redação VEJA SÃO PAULO on-line

paralamas do sucesso
Aniversário com muita música: a banda Paralamas do Sucesso é só um dos grupos que se apresentam no dia 25 (Foto: Divulgação)

+ O que fazer nesta sexta (24)

  • Resenha por Pedro Ivo Dubra: Voz do grupo mineiro Pato Fu, Fernanda divide o palco com a cantora japonesa Maki Nomiya, ex-vocalista da banda pop Pizzicato Five. A dupla entoa canções como A Message Song, Nagoya etc. Acontece nos dias 24, 25 e 26/06/2011.
    Saiba mais
  • A americana Marin Alsop, regente titular da orquestra, guia a formação em Sinfonia Nº 3 em Fá Maior Op. 90 e Sinfonia Nº 4 em Mi Menor Op. 98, de Brahms. Na quinta (1º) é possível assistir, por 10 reais, ao ensaio aberto da apresentação, que acontece no mesmo local, às 10h. Dias 1º., 2 e 3/10/2015.
    Saiba mais
  • Marina Lima faz show acústico com voz e violão e relembra sucessos como “À francesa” e “Fullgás”, além de “I can’t help falling in love”, interpretada junto com Edu Martins. Dia 6/5/2016.
    Saiba mais
  • Sob regência do maestro John Nescling, a Orquestra Sinfônica Municipal recebe o pianista francês David Fray como solista. Na ocasião, eles apresentam o Concerto para Piano nº 24, em dó menor, de Mozart, e a Sinfonia nº 6, em lá menor, de Mahler. Dias 14 e 15/05/2016.
    Saiba mais
  • Dos sobreviventes do rock nacional dos anos 80, o trio Hebert Vianna, Bi Ribeiro e João Barone foi o que envelheceu melhor e com público cativo constante. Devendo material novo desde o lançamento de Brasil Afora (2009), no ano passado o grupo colocou nas prateleiras um boxe com todos os discos da carreira e ainda dois “inéditos”, um com versão em espanhol de seus hits e outro com sobras antigas de estúdio. Apenas os três estarão no palco, sem outros músicos, o que não acontece há trinta anos. Eles prometem um repertório com clássicos e faixas menos conhecidas, para aqueles fãs mais assíduos. Dias 19, 20 e 21/2/2016.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO