Teatro

A fábrica de comédias de Alexandre Reinecke

Responsável por quatro espetáculos em cartaz, o diretor garante a diversão do público

Por: Dirceu Alves Jr. - Atualizado em

Toc Toc
Um consultório muito louco: Carô Parra, Gustavo Vaz, Didio Perini, Ariel Moshe, Sandra Pêra, Andréa Mattar e Cynthia Falabella na comédia 'Toc Toc' (Foto: Flavio Torres)

Confira as peças de Alexandre Reinecke em cartaz:

  • Com a comédia policial, o diretor Alexandre Reinecke traz ao público uma divertida veia de dramaturgo. A trama se desenrola através de um senador da República (o ator Paulo Ivo) envolvido com lavagem de dinheiro. Para concretizar mais uma falcatrua, o político promove uma festa a que todos os convidados devem ir fantasiados de Marilyn Monroe. Alexandre Barros, Maximiliana Reis, Riba Carlovich e Romis Ferreira estão no elenco, que ainda precisa de tempo para deixar rolar a comédia. Em meio à irregularidade dos colegas, o destaque fica com Thiago Adorno, que interpreta o namorado do senador. Estreou em 5/7/2013. Até 17/11/2013.
    Saiba mais
  • Sucesso desde 2008 com diferentes elencos, a comédia traz personagens portadores de TOC, o transtorno obsessivo-compulsivo, na antessala de um consultório. Como o médico nunca aparece, a solução é iniciar uma terapia grupal. Com Dulcineia Dibo, Dídio Perini, João Bourbonnais, Luciana Caruso e outros. Estreou em 10/5/2008. Até 29/3/2015.
    Saiba mais
  • Com referências ao filme homônimo, de Alfred Hitchcock, e ao grupo inglês Monty Python, a comédia de Patrick Barlow tem direção de Alexandre Reinecke. Richard Hannay (papel de Danton Mello) envolve-se no assassinato de uma agente secreta (a atriz Rosanne Mulholland) e cruza com uma série de personagens em um ágil e divertido jogo sustentado por criativos efeitos e bons atores. Com Henrique Stroeter e Paulo Goulart Filho. Estreou em 28/8/2010. Até 27/7/2014.
    Saiba mais
  • Sob a direção de Alexandre Reinecke, a comédia dramática de David Mamet aborda a paixão pelos palcos. Pouco à vontade, a dupla Francisco Cuoco e Ângelo Paes Leme interpreta dois atores: o medalhão Robert, de 70 anos, e o jovem e promissor John, respectivamente. Durante os ensaios de uma peça, surge uma empatia e uma admiração mútuas. As divergências, no entanto, aparecem, e a dupla vê a necessidade de apurar a sensibilidade para tocar adiante o trabalho. Estreou em 14/6/2013. Até 1º/9/2013.
    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO