Shows

3OH!3 reúne adolescentes no Via Funchal

Em sua segunda vinda ao Brasil, dupla americana apresenta o disco "Streets of Gold"

Por: Pedro Ivo Dubra - Atualizado em

3OH!3
Os cantores Nathaniel Motte e Sean Foreman: turnê do disco "Streets of Gold", lançado em 2010 (Foto: Pamela Littky)

 No ano passado, um bando de garotos e garotas uniu seus dedos no HSBC Brasil. Não, a figura resultante não era um coração nem se tratava de um show da banda paulistana teen Restart, outra adepta dos sinais. Os indicadores e polegares do pessoal compunham um 3, um zero e outro 3. Essa é a marca presente nas capas dos álbuns da dupla americana 3OH!3 (pronuncia-se “three, oh, three”), de volta a São Paulo na quarta (20), agora no Via Funchal. Aliás, por causa das mãozinhas, eles acabaram sendo processados pelo lutador de luta livre aposentado Diamond Dallas Page, que fazia um gesto semelhante no ringue e não gostou nada da coincidência.

Os cantores Sean Foreman e Nathaniel Motte bolaram o nome meio amalucado a partir do código telefônico (303) da cidade de Boulder, no Colorado, onde formaram o duo em 2004. Seu som pode ser definido como uma mescla de electropop e hiphop, com letras povoadas de piadas juvenis (e atitudes idem). Exemplo: no videoclipe do sucesso “Don’t Trust Me", de 2008, eles aparecem de roupas de ginástica e cueca amarela dançando entre belas mulheres. Dois anos atrás, o par concorreu na categoria revelação do Video Music Awards da MTV americana (Lady Gaga levou o troféu). Participações de estrelas do pop aumentaram o sucesso dos rapazes — Katy Perry surgiu num remix de Starstrukk, faixa do disco anterior, “Want” (2008); Ke$ha, por sua vez, dividiu os vocais em “My First Kiss”, de “Streets of Gold”, lançado em junho de 2010 e que serve de base à turnê. No palco, além de Foreman e Motte, há quatro músicos de apoio.

Fonte: VEJA SÃO PAULO