Noite

Restaurantes, lanchonetes e padarias que ficam abertos de madrugada

Confira um roteiro com quinze endereços que funcionam até altas horas e saiba onde terminar a noite de barriga cheia

Por: Veja São Paulo - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Pode ser depois do cinema, do teatro, de uma festa ou simplesmente porque bateu aquela fome tardia. Os paulistanos têm à disposição alguns restaurantes, lanchonetes e padarias que dormem tarde – ou, às vezes, nem dormem.

+ As melhores pizzarias da cidade

Confira quinze destinos clássicos da madrugada para matar a fome:

Bella Paulista: além de funcionar 24 horas, a padaria, localizada na região da Av. Paulista, oferece um sistema de delivery também dia e noite.

Burdog: localizada na Avenida Doutor Arnaldo, a hamburgueria fica aberta até mais tarde: no fim de semana, por exemplo, fecha às 6h.

Chicohamburger: esta lanchonete cinquentona prepara lanches clássicos, caso do cheese salada, e outros nem tanto. O lanche chamado de patagônia combina hambúrguer, queijo emmental, salada, tomate e maionese temperada. De segunda a quinta e aos domingos, funciona até as 4h. Às sextas e sábados, fica aberta das 11h às 6h.

 ■ Dona Deôla: a padaria, com unidades no Alto da Lapa, Higienópolis, Pompeia e Granja Viana, funciona 24 horas e oferece um bufê de café da manhã nos finais de semana, a partir das 6h, e um bufê de sopas todas as noites, até as 2h. Anote: a loja da Avenida Pompeia fecha no domingo às 22h e reabre às 6h da manhã seguinte.

Estadão: localizada no centro da cidade, o misto de boteco e lanchonete, conhecido pelo sanduíche de pernil. nunca fecha: funciona de segunda a domingo sem intervalos.

Galeria dos Pães: outra padaria que funciona 24 horas. Sua localização privilegiada, nos Jardins, atrai baladeiros. Além dos pedidos à la carte, oferece um bufê de café da manhã todos os dias, a partir das 5h, e uma mesa de sopas até altas horas.

Dona Deôla - bufê de sopa
Dona Deôla: bufe de sopas durante a madrugada (Foto: Divulgação)

Joakin's: a hamburgueria do Itaim Bibi, disputada até mesmo depois da balada, serve de sanduíches a milk-shakes até as 5h, em dias de semana, e até as 6h, nas noites de sexta e sábado.

New Dog: ponto de encontro dos festeiros do Itaim Bibi, a hamburgueria funciona 24 horas, de quinta a sábado, e até as 5h, de segunda a quarta. No domingo, a casa fecha um pouco antes, às 4h.

Ofner: as unidades Alameda Campinas, Itaim, Pinheiros e Moema funcionam 24 horas. Mesmo de madrugada, pode ser que você encontre uma fornada da cremosa coxinha recém-preparada.

Paris 6: não importa o horário, costuma haver filas na entrada deste restaurante 24 horas. No cardápio, os pratos recebem nomes de celebridades dos palcos, da TV e da música, entre eles o chateaubriand au poivre vert à ceará, um filé ao molho de pimentas.

Fachada do bistrô Paris 6
Paris 6: restaurante nos Jardins é movimentado dia e noite (Foto: Divulgação)

■ Ramona: as poucas luzes do badalado salão escurinho, montado quase ao lado da balada Alberta #3, são apagadas às 2h de quarta a sábado. A cozinha variada expede bons hambúrugueres. 

Sujinho - Bisteca D'Ouro: para provar aqui uma bisteca bovina saborosa, é preciso sacar dinheiro ou levar uma folha de cheque (cartões não são aceitos). Da churrasqueira saem ainda espeto misto de carne, frango, calabresa e cebola. Costuma funcionar diariamente das 12h às 5h.

Temakeria e Cia.: a unidade que fecha mais tarde é a do Itaim Bibi, localizada perto de bares e baladas. Às quintas, encerra às 4h e às sextas e sábados, quando o movimento é maior, fica aberta até as 5h. Fecha à 1h, de domingo à quarta.

Vila Conte: o restaurante funciona dentro do hotel Mercure e é opção para quem quer fazer uma refeição madrugada adentro. O cardápio repleoto de sugestões italianas não tem muitas invencionices, com pratos em porções individuais.  

Villa Grano: localizada na boêmia Vila Madalena, a padaria funciona 24 horas e recebe desde os baladeiros até aqueles que acordam com o canto do galo. Oferece um bufê de sopas até as 2h, de domingo a quinta, e até as 4h, às sextas e sábados.

Fonte: VEJA SÃO PAULO