publicidade

Ampliar mapa

Como chegar

Informações e serviço

Encontrou alguma informação errada? Avise

De segunda a quinta: 11h30 - 15h e também 18h - 23h

/ Sexta: 11h30 - 15h e também 18h - 00h

/ Sábado: 12h - 16h e também 18h - 00h

/ Domingo: 18h - 23h

Obs.: Nos feriados funciona apenas no jantar, das 18h às 23h

até R$ 70,00

Cartões de crédito: American Express Diners Mastercard Visa

Cartões de débito: Maestro Rede Shop Visa Electron

Delivery (11) 4329-0963

só no jantar

Acesso para deficientes , Acesso wireless , Levar vinhos (permite) (R$ 20,00) , Lugares/Capacidade total 150 , Valet/Manobrista (R$ 15,00) (1) , Vinho em taça

(1) Só no jantar

Resenha por Arnaldo Lorençato e Helena Galante

Nascida em Caconde, no interior do estado, a pizzaria chegou à capital em maio de 2012. Ocupa um salão amplo e agradável, onde funcionou o extinto A Toca, a única filial que a centenária cantina Carlino teve. A matriz caipira, com mais de uma década, foi montada depois de os irmãos e donos Ronaldo Cesar e Rinaldo José de Souza terem trabalhado em restaurantes no norte da Itália. Em Perdizes, a filial pertence a parentes dos proprietários, que repetem aqui a fórmula dos discos de massa crocante servidos sobre pedra aquecida. Entre os exemplos de cobertura que fogem do lugar-comum estão a peperoni da roça (salame picante de produção própria, mussarela, azeitona e orégano; R$ 59,80) e a frango com bacon (mais requeijão, mussarela e azeitona; R$ 54,80). Aos sábados passou a servir feijoada em bufê por R$ 37,90. Pena que nem todos os itens permaneçam quentes sobre os réchauds.

Preços checados em 30 de abril de 2014.

Comer & Beber

2013 - Participante Categoria Restaurantes pizzarias
2012 - Participante Categoria Restaurantes pizzarias

publicidade