Memorial da América Latina

VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Avenida Auro Soares De Moura Andrade, 664 - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 38234600
Horário:
segunda-feira
Fechado
terça-feira
09:00 - Último cliente
quarta-feira
09:00 - Último cliente
quinta-feira
09:00 - Último cliente
sexta-feira
09:00 - Último cliente
sábado
09:00 - Último cliente
domingo
09:00 - Último cliente
check_circle

Informações adicionais

Acesso para deficientes

Com 84 480 m², o Memorial é um conjunto arquitetônico projetado por Oscar Niemeyer. Foi inaugurado em 18 de março de 1989 com a missão de estreitar as relações culturais, políticas, econômicas e sociais do Brasil com os demais países da América Latina. A pedido do antropólogo Darcy Ribeiro, o acervo do museu foi selecionado pelo casal de fotógrafos e especialistas em arte popular Antônio Marcos Silva Jacques e Maureen Bisilliat e pelo arquiteto Antônio Marcos Silva, em 1988. Um incêndio destruiu o Auditório Simón Bolívar, em 2013, cujo espaço abrigava uma tapeçaria de aproximadamente 800 metros quadrados feita pela artista plástica Tomie Ohtake.     

Entre os destaques do acervo estão a escultura Mão, também de Niemeyer. Localizada na Praça Cívica, foi erguida em concreto aparente de 7 metros de altura. Na sua palma, há o mapa do subcontinente americano em baixo-relevo, pintado em esmalte sintético vermelho, lembrando sangue a escorrer. Também na praça está a escultura em metal Grande Flor Tropical, de Franz Weissmann. A obra é composta de cinco elementos soldados entre si. Cada um é constituído de uma chapa de aço. Ela mede 7 metros de altura por 6,5 metros nas extensões laterais. O Torso Negro, escultura em bronze da artista carioca Vera Torres, nascida em 1962, é outro destaque. Com 3 metros de altura, a obra está localizado na praça entre os prédios da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Auditório Simón Bolívar e Pavilhão da Criatividade. Suas formas voluptuosas remetem ao imaginário popular. Uma das mais importantes pinturas de Cândido Portinari, o Painel Tiradentes está em exposição permanente no Salão de Atos Tiradentes. Composta por três telas justapostas, foi concluída pelo artista em 1949. 

+ Conheça outras obras de Oscar Niemeyer pela cidade

     

     

     

     

    Comentários
    Deixe uma resposta

    Olá, ( log out )

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s