Lamen Kazu (Desde 2008)

Tipos de Restaurantes: Bom e barato, Japoneses
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Rua Tomás Gonzaga, 51 - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 32774286
Horário:
segunda-feira
11:00 - 15:00 - 18:00 - 22:30
terça-feira
11:00 - 15:00 - 18:00 - 22:30
quarta-feira
11:00 - 15:00 - 18:00 - 22:30
quinta-feira
11:00 - 15:00 - 18:00 - 22:30
sexta-feira
11:00 - 15:00 - 18:00 - 22:30
sábado
11:00 - 15:00 - 18:00 - 22:30
domingo
11:00 - 15:00 - 18:00 - 21:00
Feriados das 11:00 às 15:00 e 18:00 às 21:00
payment

Formas de pagamento

Cartões de crédito: Visa e Mastercard
Cartões de dédito: Visa Electron, Rede Shop e Maestro

Resenha por Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

Quando a moda do lámen ainda era restrita à Liberdade, esse minúsculo endereço já contabilizava longas filas. Os fãs vão sempre atrás das mesmas receitas. Depois do delicado guioza suíno (R$ 15,00), escolha em qual caldo prefere mergulhar os longos fios do macarrão típico. Nas pedidas chamadas de “shio”, a base é mais leve, apenas de sal. Para um sabor mais forte, peça as versões como o missô yassai (R$ 40,00), feito com a pasta de soja fermentada, mais legumes e fatias de carne de porco. Quem chega tarde corre o risco de ficar sem o choux creme. De tão pedida, a carolina de creme (R$ 5,20) de sobremesa acaba às vezes antes do jantar.

Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Comer e beber

    • 2016 - Participante

      Restaurantes bom e barato Comer & Beber

      Quando a moda do lámen ainda era restrita à Liberdade, esse minúsculo endereço já contabilizava longas filas. Os fãs vão sempre atrás das mesmas receitas. Depois do delicado guioza suíno (R$ 15,00), escolha em qual caldo prefere mergulhar os longos fios do macarrão típico. Nas pedidas chamadas de “shio”, a base é mais leve, apenas de sal. Para um sabor mais forte, peça as versões como o missô yassai (R$ 40,00), feito com a pasta de soja fermentada, mais legumes e fatias de carne de porco. Quem chega tarde corre o risco de ficar sem o choux creme. De tão pedida, a carolina de creme (R$ 5,20) de sobremesa acaba às vezes antes do jantar. (Preços checados em setembro/outubro de 2016).

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2015 - Participante

      Restaurantes bom e barato Comer & Beber

      Ficar na fila é praxe por aqui, mesmo para quem chega sozinho durante a semana e topa se sentar no balcão. Para agilizar o atendimento, o próprio hostess entrega o cardápio e anota o pedido antes mesmo de você se sentar. Uma vez acomodado, vai bem a porção de guioza de carne de porco batida na massa bem fina (R$ 23,00). Entre uma mordida e outra, observar a confusão organizada da minúscula cozinha é uma diversão. Parece improvável que ninguém se queime enquanto prepara o shio yassai (R$ 34,00), única versão de caldo vegetariano bem leve e fumegante onde são mergulhados fios grossos de massa, repolho, cenoura, alga marinha, cebolinha e gergelim. Na hora da sobremesa, o choux cream (R$ 4,50), uma carolina gigante recheada de creme servida num plástico, pode causar desconfiança. Mas não precisa não: ela é uma delícia. (Preços checados em setembro/outubro de 2015).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2014 - Participante

      Restaurantes bom e barato Comer & Beber

      Autointitulado um “japanese noodle bar”, tem público numeroso, igualmente dividido entre orientais e ocidentais. Observar a maneira ritualística como os japoneses mais velhos saboreiam o macarrão lámen é um atrativo à parte — parece uma cena da comédia japonesa Tampopo — Os Brutos Também Comem Spaghetti, de 1985, dirigida por Jûzô Itami. Mas ninguém precisa conhecer a tradição desse prato popular para apreciar oshoyu tyashu (R$ 31,00), feito com os fios da massa mais broto de bambu, algas marinhas, bastante cebolinha e lombo suíno cozido bem macio. Não desperdice o caldo, extremamente saboroso. Uma porção extra de ovo cozido sai por R$ 3,50 e de kimchi picante de acelga, R$ 4,50. Antes, peça o guioza na massa fininha (R$ 19,00, cinco unidades). Para viagem, a casa oferece por R$ 10,00 um potinho de pimenta ultrapicante. (Preços checados em setembro/outubro de 2014).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2013 - Participante

      Restaurantes japoneses Comer & Beber

      Onde mais há fila para jantar numa terça-feira chuvosa? Só aqui mesmo. As explicações recaem sobre os preços bem atraentes e a qualidade do lámen, um macarrão trazido congelado de Chiba, cidade próxima a Tóquio que em nada lembra qualquer miojo feito em casa nos dias de preguiça. O shio tyashu (R$ 29,00) tem os fios mais grossos mergulhados em caldo salgadinho com broto de feijão, algas marinhas, broto de bambu em conserva, cebolinha e quatro fatias de carne de porco temperada por shoyu e gergelim. De tempos em tempos, serve o hokkaido misso (R$ 42,00), com vieira e um tablete de manteiga no topo para dar mais cremosidade ao missô importado do norte do Japão. Para a entrada, impossível resistir à porção de guioza de porco de massa fina tostada em uma das faces (R$ 13,00). (Preços checados em setembro/outubro de 2013).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2012 - Participante

      Restaurantes japoneses Comer & Beber

      Seu salão minúsculo está sempre abarrotado de gente, que enfrenta a espera ocupando a calçada. A estrela do cardápio é o lámen, macarrão importado que vem congelado de Chiba, cidade próxima a Tóquio. Com ele se preparam catorze receitas. O shoyu negui compõe-se de caldo, macarrão, broto de feijão, algas wakame e nori, broto de bambu em conserva, carne de porco, cebolinha verde e shiragá (um tipo de cebolinha fatiada). Para petiscar antes da sopa, prove a porção de guioza. Apenas de segunda a sexta, serve sorvete de chá-verde na sobremesa.

      Veja SP

    • 2011 - Participante

      Restaurantes japoneses Comer & Beber

      Pequeno e bacana, atrai uma montanha de gente todos os dias. Aos fins de semana, invariavelmente, tem fila de espera. O público aparece para saborear o único prato da casa. Trata-se do lámen fresco, importado de Chiba, cidade próxima a Tóquio. A massa fina e sinuosa chega congelada para ser preparada de catorze maneiras. No bonito cardápio, cujo visual foi reformulado, pode-se apreciar a apresentação de cada um dos pratos. Uma das versões do shio tyashu combina o macarrão a um caldo de sal, broto de feijão fresco, algas wakames e nori, broto de bambu em conserva, cebolinha, gergelim e quatro fatias de carne de porco. Apenas durante o verão, prepara o goma missô hiyashi, um molho frio de missô (pasta de soja) com gergelim, broto de feijão, tomate, pepino, alga nori, carne de porco, crepe de ovo, ovo cozido e kani kama. De entrada, a porção de guioza. A sobremesa, servida apenas de segunda a sexta, é sorvete de chá-verde. Prevê inaugurar em novembro o complexo gastronômico Kazu, distribuído por dois pavimentos numa área de 500 metros quadrados (Rua Tomás Gonzaga, 90).

      Veja SP

    • 2010 - Participante

      Restaurantes japoneses Comer & Beber

      Sucesso desde a abertura, a minúscula casa é especializada em lámen, o macarrão oriental fino e sinuoso. Elaborada em Chiba, na região de Tóquio, a massa fresca vem congelada do Japão. Chega à mesa em catorze versões, sendo duas delas oferecidas apenas no verão. O kara misso tem caldo picante e inclui kimchi (acelga apimentada ao estilo coreano). Outra opção, o shoyu negui recebe molho de soja ao gergelim. Todas as pedidas levam tyashu, o lombo de porco cozido e fatiado. Só de segunda a sexta, serve o sorvete de chá-verde de sobremesa.

      Veja SP

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá, ( log out )

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s