Kan Suke (Desde 2013)

Tipos de Restaurantes: Japoneses
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Rua Manoel da Nóbrega, 76- Galeria Ouro Branco - loja 12 - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 32663819
Horário:
segunda-feira
11:30 - 14:00 - 18:00 - Último cliente
terça-feira
11:30 - 14:00 - 18:00 - Último cliente
quarta-feira
11:30 - 14:00 - 18:00 - Último cliente
quinta-feira
11:30 - 14:00 - 18:00 - Último cliente
sexta-feira
11:30 - 14:00 - 18:00 - Último cliente
sábado
11:30 - 14:00 - 18:00 - Último cliente
domingo
Fechado
Fecha na quarta segunda de cada mês.
monetization_on

Faixa de preço

De R$131.00 a R$220.00

payment

Formas de pagamento

Cartões de crédito: American Express, Diners, Mastercard e Visa
Cartões de dédito: Maestro, Rede Shop e Visa Electron

check_circle

Informações adicionais

Lugares/Capacidade total (26), Levar vinhos (permite) (1)

(1)valor variável

Resenha por Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

O ritual se repete duas vezes por semana. Acompanhado da esposa, Maki, o chef Keisuke Egashira deixa sua casa, na Vila Mariana, às 5h30 em direção ao centro. Na região do Mercadão, ele se encontra com o peixeiro e seleciona os pescados que vai preparar. O fornecedor do qual compra o essencial de sua cozinha clássica não revela os peixes que destina ao cozinheiro para evitar o assédio da concorrência. Com serra, carapau e garoupa, ele faz sushis impecáveis. O nobre torô, a barriga gorda de atum, é usado num tartare ao qual se adiciona gelatina de vinagre (R$ 55,00). As receitas podem ser provadas em duas degustações, uma apenas com opções frias (R$ 240,00) e a outra que inclui três pratos quentes (R$ 260,00). Há ainda um delicioso almoço executivo, servido inclusive aos sábados, por R$ 55,00.

Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Comer e beber

    • 2016 - Vencedor

      Restaurantes japoneses Comer & Beber

      O ritual se repete duas vezes por semana. Acompanhado da esposa, Maki, o chef Keisuke Egashira deixa sua casa, na Vila Mariana, às 5h30 em direção ao centro. Na região do Mercadão, ele se encontra com o peixeiro e seleciona os pescados que vai preparar. O fornecedor do qual compra o essencial de sua cozinha clássica não revela os peixes que destina ao cozinheiro para evitar o assédio da concorrência. Com serra, carapau e garoupa, ele faz sushis impecáveis. O nobre torô, a barriga gorda de atum, é usado num tartare ao qual se adiciona gelatina de vinagre (R$ 55,00). As receitas podem ser provadas em duas degustações, uma apenas com opções frias (R$ 240,00) e a outra que inclui três pratos quentes (R$ 260,00). Há ainda um delicioso almoço executivo, servido inclusive aos sábados, por R$ 55,00. (Preços checados em setembro/outubro de 2016).

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2015 - Participante

      Restaurantes japoneses Comer & Beber

      No universo gastronômico oriental de São Paulo, nada pode ser mais peculiar que esta minúscula casa aberta há apenas dois anos. O motivo tem nome e sobrenome. É o chef Keisuke Egashira, ou melhor, itamae, como dizem os japoneses. Fera em sua arte, ele fatia peixes como poucos. São bifões grandes, um pouco menores nas espécies brancas e mais fibrosas. Nem imagine encontrar aquele arroz branquinho que dá vida a praticamente todos os sushis da cidade. O mestre usa o vinagre preto para temperar, o que confere uma cor mais escura aos oniguiris. Embora o Japão esteja do outro lado do mundo, o cozinheiro procura repetir tudo como se ainda estivesse no Kan de Kawasaki e de Tóquio, onde trabalhou por 25 anos. A melhor maneira de conhecer essa arte é saborear a degustação a R$ 230,00, que inclui sashimi de toro sobre cerâmica aquecida, que ressalta todas as qualidades da gordura do peixe, a soberba barriga de atum batido sobre gelatina de vinagre e o sushi de carapau marinado e queimado no maçarico com salsinha e gengibre ralado. Esse menu pode incluir ainda pratos quentes feitos pelo subchef Samuel Yazaki e igualmente ótimos. Nesse caso, o preço sobe para R$ 240,00. Mas, se você provar o executivo (R$ 50,00), servido inclusive no almoço de sábado, também se sentirá recompensado. (Preços checados em setembro/outubro de 2015).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2014 - Vencedor

      Restaurantes japoneses Comer & Beber

      Você vai se sentir do outro lado do planeta ao cruzar a portinha do Kan. O chef Keisuke Egashira não fala português, mas recebe a clientela com simpatia, espremido atrás do balcão de seu minúsculo restaurante, que fica dentro de uma galeria. Guardadas as proporções, este lugar simples lembra um dos melhores endereços de sushi de Tóquio, o Jiro, que nem banheiro tem (usa-se o da estação de metrô ao lado), mas já recebeu até Barack Obama. Há pouco mais de dois anos na capital, Egashira faz sushis primorosos. O mestre, no entanto, acha que eles poderiam ser ainda melhores se não houvesse uma oferta tão limitada de peixes frescos na cidade. “Em Tóquio, trabalhava com até quarenta variedades, quatro vezes mais do que aqui”, diz, com tradução simultânea de Luna Maki, sua mulher. Além de uma fabulosa degustação (R$ 230,00), é possível saborear os bolinhos em unidades. São opções como camarão curtido no missô, pargo marinado, atum gordo (toro e chu toro) e olho-de-boi. Outras ótimas pedidas: sushi de ouriço, barriga de atum batida e ovas de salmão com ovo. Para se diferenciar, Egashira tem preparado o arroz do sushi com vinagre preto, um truque que o deixa escuro e ainda mais saboroso. Também vale provar o sashimi de garoupa coberto por ovas de ouriço (R$ 50,00), outra de suas especialidades. Se a intenção for comer bem sem gastar muito, há vantajosas seleções de pratos executivos oferecidos no almoço de terça a sábado por R$ 45,00. É essencial fazer reserva. (Preços checados em setembro/outubro de 2014).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2013 - Vencedor

      Restaurantes japoneses Comer & Beber

      Quando um profissional dá expediente em um restaurante japonês por um período longo, adquire o direito de usar o nome se resolver abrir o próprio negócio em outro país. Foi assim que surgiu, quatro meses atrás, o Kan, um minúsculo endereço para apenas 26 pessoas no Paraíso. Atrás do balcão está um craque do sushi de que pouca gente ouviu falar até agora: Keisuke Egashira. Guarde esse nome. O sushiman, nascido em Nagasaki, trabalhou por três décadas em Tóquio, 23 anos no elogiado Kan local. Nessa casa, ele chegou a treinar aprendizes do Shin-Zushi, endereço paulistano onde veio atuar quando se mudou para a cidade, em 2012. Egashira faz bolinhos com arroz de tempero e cozimento impecáveis. Entre os pescados usados para cobri-los estão um chu-toro amanteigado (a parte meio gorda do atum), a lula com shissô, o camarão tenro e as ovas de ouriço-do-mar e de salmão. Quando se pede a degustação, antes chegam sashimi de atum, polvo e cara-pau temperado com limão-siciliano. Para limpar o paladar, há gengibre curtido importado do Japão. Essa seleção do chef custa R$ 200,00. Se incluir pratos quentes, sobe para R$ 230,00. Mais em conta e igualmente saborosa, a porção com doze bolinhos cobertos por peixes variados sai por R$ 70,00. O almoço executivo (R$ 45,00, de terça a sábado) também atrai o público. Embora quase não fale português, com simpatia Egashira arrisca algumas palavras para tentar explicar o que prepara. Reservas são indispensáveis. (Preços checados em setembro/outubro de 2013).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá, ( log out )

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s