Bráz – Moema (Desde 1998)

Tipos de Restaurantes: Pizzarias
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Rua Graúna, 125 - Vila Uberabinha - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 55423460
Horário:
segunda-feira
18:30 - Último cliente
terça-feira
18:30 - Último cliente
quarta-feira
18:30 - Último cliente
quinta-feira
18:30 - Último cliente
sexta-feira
18:30 - Último cliente
sábado
18:30 - Último cliente
domingo
18:30 - Último cliente
payment

Formas de pagamento

Cartões de crédito: American Express, Diners, Mastercard e Visa
Cartões de dédito: Maestro, Rede Shop e Visa Electron

check_circle

Informações adicionais

Entrega em domicílio ((11) 5561-0905), Estacionamento/Valet (R$ 25.00), Lugares/Capacidade total (200), Levar vinhos (permite) (R$ 35.00)

Resenha por Arnaldo Lorençato e Helena Galante

Com cinco unidades na cidade, tornou-se uma das pizzarias favoritas dos paulistanos. Contam pontos para isso os ambientes de carona vintage, o atendimento cordial e a seleção de boas coberturas para a massa média e de bordas largas. Somam-se à versões clássicas, como a margherita (R$ 72,00), bem-vindas novidades. É o caso da imigrante, com embutido artesanal soppressata, tomate e mussarela de búfala (R$ 79,00). Antes, a berinjela gratinada (R$ 30,00), uma espécie de lasanha do vegetal com abobrinha e tomate, continua a pedida para começar a refeição.

Preços checados em 18 de maio  de 2016.

    DIA DA PIZZA

    Para comemorar o Dia da Pizza, a rede Bráz apresenta uma nova cobertura, que reúne calabresa seca, queijo pecorino, mussarela de búfala e friarielli, palavra italiana que equivale ao brócolis de inverno. A novidade sai a R$ 78,00 e será servida até da temporada fria. Excepcionalmente no domingo, dia 10, todas as unidades da rede abrem as portas às 12h.

    Comer e beber

    • 2013 - Vencedor

      Restaurantes pizzarias Comer & Beber

      Quando parece não haver mais nada para inventar, a Bráz surge com novidades — e retorna ao pódio do “Comer& Beber”. Sem abandonar a linha tradicional do cardápio, o sócio-pizzaiolo André Lima, o Deco, transformou em cobertura quatro molhos clássicos. Tudo muito simples, bem saboroso. Entre eles, vem da Sicília uma versão da famosa mistura alla norma (R$ 63,50), criada em homenagem a Vincenzo Bellini, compositor nascido na ilha e autor da ópera Norma. Como manda a receita original, não faltam berinjela, tomate, ricota e manjericão sobre o disco de massa média coberto por mussarela. Típica de Nápoles, berço da pizza, a versão à putanesca (R$ 63,50) reúne tomate-cereja meio seco, azeitona preta, alho, alcaparra, orégano e o ingrediente-chave: aliche italiano de primeira. As entradas também tiveram reforço. Foi incluído no cardápio o dona rosa (R$ 20,00), um enrolado com recheio de caponata, ricota e mussarela que tem o gracioso formato de flor. Desde fevereiro, a carta de vinhos ganhou mais um rótulo próprio. É um Barbera d’Asti reserva produzido no Piemonte, no norte da Itália. Com tantos lançamentos, o que já era bom ficou ainda melhor na rede com três casas na cidade. (Preços checados em setembro/outubro de 2013).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2012 - Indicado

      Restaurantes pizzarias Comer & Beber

      Em dezesseis anos de premiação da edição especial “Comer & Beber” nenhuma outra pizzaria foi tão vitoriosa. A Bráz arrebatou o título oito vezes, o último deles em 2011. Esse favoritismo se reforça ao se incluir na coleção de títulos o troféu dado em 2006 e 2007 à Quintal do Bráz, outra casa do grupo, mas com cardápio um pouco diferente. Em 2012, porém, a rede, que atrai uma clientela gigantesca às suas três unidades, recebeu apenas 1 voto do júri e não foi ao pódio. Continua, entretanto, uma das melhores da cidade. É ótimo, por exemplo, o pique-nique. Trata-se um rolinho fino feito um papel com recheios como mussarela com aliche. Para cobrir os discos de massa média, agradam em particular a clássica napolitana (alho cru fatiado, parmesão e manjericão), a provençal (rodelas de tomate, berinjela e abobrinha marinadas em azeite de alho sobre mussarela ao aroma de tomilho fresco) e a contadino (mussarela e linguiça moída ao aroma de semente de erva-doce). De sobremesa, entregue-se ao tiramisu. Além do chope Brahma tirado com maestria, tem um interessante vinho de rótulo próprio, o Cascina Bráz 2010, tinto italiano produzido no Piemonte.

      Veja SP

    • 2011 - Vencedor

      Restaurantes pizzarias Comer & Beber

      Onde mais uma pizza poderia se chamar maçarico e estar entre as mais pedidas pela clientela? Só mesmo na Bráz, que neste ano recebe seu oitavo diploma como a melhor da categoria. A cobertura em questão ganhou esse nome acalorado por combinar harmoniosamente linguiça fina defumada, cebola e uma enfurecida pimenta-vermelha sobre a massa média, aberta diariamente por uma equipe de dezessete pizzaiolos comandada pelo piauiense Luiz Lopes de Macedo. Como se essas e as demais sugestões do cardápio não fossem suficientemente boas, os sócios da Bráz recuperaram duas receitas originais italianas ao ingressar no seleto grupo da Associazione Verace Pizza Napoletana (AVPN), entidade que certifica discos produzidos segundo a fórmula napolitana. As novidades saem do forno em tamanho individual. Uma é a margherita de bordas amplas coberta por molho de tomate, pequenos discos de mussarela e folhas de manjericão. Intitulada marinara, a outra reúne molho de tomate, orégano e alho fresco. Antes, vale provar entradas como o pão de calabresa. Além do chope Brahma cremoso, acompanha bem essas pedidas o italiano tinto Valpolicella Villa Borghetti 2008.

      Veja SP

    • 2010 - Vencedor

      Restaurantes pizzarias Comer & Beber

      Uma das pizzarias preferidas dos paulistanos, a Bráz atrai multidões às suas três unidades, em especial nos fins de semana, quando a espera depois das 9 da noite ultrapassa facilmente uma hora. Fiel, a clientela saboreia entradas como a massa fininha coberta de alecrim e sal grosso chamada de cornicione. Também faz sucesso o pão de calabresa. Os discos de média espessura ganharam uma nova cobertura: a barra speciale, que harmoniza mussarela manchada por pedaços de burrata (mussarela de búfala especialmente cremosa, quase uma manteiga), cubos de tomate e azeitona preta em tirinhas, tudo sobre molho de tomate. No cardápio desde a inauguração da rede, a affumicata não leva molho, e sim mussarelas bovina e de búfala defumadas mais tomatecaqui, azeitona preta e sálvia. De sobremesa, surpreende a panacota na calda de morango fresco. A lista de bebidas inclui boas caipirinhas, como a de cachaça mineira Seleta, e o chope Brahma, de colarinho alto e cremoso. Da carta de vinhos, o nacional Duetto Pinot Noir/Shiraz 2008, produzido pela Casa Valduga na Serra Gaúcha, tem grande saída. Esses predicados garantiram à Bráz seu sétimo título na eleição de VEJA SÃO PAULO.

      Veja SP

    • 2009 - Vencedor

      Restaurantes pizzarias Comer & Beber

      Numa cidade repleta de boas pizzarias, a Bráz alcança sua sexta vitória não por acaso. Desde sua inauguração, o grupo de proprietários do trio de endereços vem aperfeiçoando a qualidade do cardápio. Os avanços são notáveis já nas entradas, como o pique-nique, rolinhos de massa fina que podem ter recheio de mussarela e tomate, calabresa moída e mussarela ao alecrim e aliche italiano na mussarela. Alto e macio, o pão de calabresa também continua de primeira para abrir a refeição. Especialidade da casa, a caprese traz sobre o disco de bordas largas e massa média uma base de mussarela sobre a qual se dispõem grossas fatias de tomate coroadas por uma composição de mussarela de búfala, folhas de manjericão gigante e pesto de azeitona preta. Outra sugestão para rivalizar com essa é a castelões, clássica combinação de mussarela pavimentada por fatias de calabresa. Usado em todas as pizzas, o molho é preparado com tomate san marzano D.O.P. (denominação de origem protegida), trazido do sul da Itália. Cremoso e bem tirado, o chope Brahma disputa paladares com os vinhos da pequena carta. O argentino Tilia Malbec/Syrah e o chileno Terra Andina Cabernet Sauvignon, ambos da safra 2007, estão entre os rótulos.

      Veja SP

    • 2008 - Vencedor

      Restaurantes pizzarias Comer & Beber

      Depois de perder nos últimos dois anos para a Quintal do Bráz – aberta em 2006 pelo mesmo grupo de sócios – , a rede Bráz retorna vitoriosa. Suas pizzas, que continuam ótimas, foram aprimoradas. Entre as inovações, o molho usado para cobrir os discos leva tomate san marzano D.O.P. (denominação de origem protegida), trazido com exclusividade de uma região ao sul da Itália junto ao Vesúvio. Sobre essa base, os pizzaiolos assentam especialidades como a rio (mussarela especial, abobrinha em palitos, berinjela em cubos e tomate; e a marcante carbonara (mussarela, pancetta em cubos, ovo cozido e espremido, queijos grana padano e pecorino mais uma pitada de pimenta-do-reino. Para iniciar a refeição, peça a ótima burrata, uma mussarela cremosa. Também cai bem de entrada o enroladinho de calabresa moída, mussarela e alecrim chamado de piquenique. Consulte a carta de vinhos, que traz o português tinto Monte das Ânforas 2005. Ou fique no chope Brahma, tirado no capricho.

      Veja SP

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá, ( log out )

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s