Bourbon Street (Desde 1993)

Tipos de Bares: Bares variados
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Rua dos Chanés, 127 - Moema - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 50956100
Horário:
segunda-feira
Fechado
terça-feira
20:00 - Último cliente
quarta-feira
20:00 - Último cliente
quinta-feira
20:30 - Último cliente
sexta-feira
21:00 - Último cliente
sábado
21:00 - Último cliente
domingo
20:00 - Último cliente
payment

Formas de pagamento

Cartões de crédito: American Express, Diners, Mastercard e Visa
Cartões de dédito: Maestro, Rede Shop e Visa Electron

check_circle

Informações adicionais

Couvert artístico (R$ 250.00) (1), Estacionamento/Valet (R$ 25.00), Acesso para deficientes, Lugares/Capacidade total (585)

(1)R$ 32,00 a R$ 250,00

Resenha por Fábio Galib e Saulo Yassuda

Ano após ano, o longevo endereço continua a apresentar uma programação musical de altíssima qualidade. Seja no palco principal, pelo qual já passaram lendas como B.B. King, seja com apresentações menores sob a escada que leva ao mezanino, toda noite tem show. Uma plateia mais madura costuma lotar as mesinhas e investe no chope Stella Artois (R$ 10,50), bem como nos destilados em copo alto (a dose do uísque irlandês Jameson sai por R$ 22,00). Da cozinha, uma pedida mais segura é o pratinho de queijos com uvas, castanhas, frutas secas e pães (R$ 73,00). Afnal, o forte do cardápio é a música.

Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Comer e beber

    • 2016 - Participante

      Bares música ao vivo Comer & Beber

      Ano após ano, o longevo endereço continua a apresentar uma programação musical de altíssima qualidade. Seja no palco principal, pelo qual já passaram lendas como B.B. King, seja com apresentações menores sob a escada que leva ao mezanino, toda noite tem show. Uma plateia mais madura costuma lotar as mesinhas e investe no chope Stella Artois (R$ 10,50), bem como nos destilados em copo alto (a dose do uísque irlandês Jameson sai por R$ 22,00). Da cozinha, uma pedida mais segura é o pratinho de queijos com uvas, castanhas, frutas secas e pães (R$ 73,00). Afnal, o forte do cardápio é a música. (Preços checados em setembro/outubro de 2016.)

      Fábio Galib e Saulo Yassuda

    • 2015 - Participante

      Bares música ao vivo Comer & Beber

      Qual outro bar da cidade pode se dar ao luxo de expor logo na entrada uma guitarra autografada por B.B.King, falecido em maio deste ano, aos 89 anos? Nas mais de duas décadas de serviços prestados à boa música, o Bourbon Street acumulou esse e outros preciosos regalos de gente que tocou ali, como o colorido paletó de Ray Charles exposto atrás de um vidro e um sem-número de fotos autografadas que ajudam a compor a decoração. Mas nem só de estrelas de primeira grandeza vive o endereço, que tem uma bem-acabada programação de terça a domingo, em que são contemplados jazz, blues, rock e ritmos latinos. Seja nas mesas iluminadas por velas, seja no serpenteante balcão que reproduz um piano, o que vale é relaxar durante as apresentações e pedir um chope Stella Artois (R$ 10,50) ou, mais condizente com o clima, uma dose de Jack Daniel’s servida em copo alto (R$ 27,00). Ajuda a preparar o estômago para a bebericagem o queijo brie servido quente sobre um réchaud na companhia de geleia de damasco e torradas (R$ 39,00). (Preços checados em setembro/outubro de 2015).

      Saulo Yassuda

    • 2014 - Participante

      Bares música ao vivo Comer & Beber

      Além de uma guitarra que já pertenceu ao mestre do blues B.B. King, exposta logo na entrada, as marcas de que nos encontramos em um bar musical estão no balcão, que imita um piano, e na chopeira, cujo formato lembra o de um sax. No festivo salão para 400 pessoas, o palco recebe apresentações musicais diárias de jazz e blues, mas sem deixar outros gêneros de lado, como a MPB e os ritmos de música latina. Nomes como Bobby McFerrin, The Bad Plus e Jean-Luc Ponty bateram cartão ali neste ano. Para alegrar ainda mais as apresentações, vale refrescar-se com um chope (Stella Artois, R$ 10,50) ou um coquetel, caso do mint julep (R$ 23,00), de uísque americano, hortelã, açúcar e club soda em um copo alto com gelo. Uma boa ideia de petisco é a pipoca caramelada e apimentada (R$ 12,00). O variado público gosta de assistir aos shows sentado à mesa, mas isso não é regra — a qualquer momento, jovens e senhores podem se levantar e agitar ainda mais o espaço. (Preços checados em setembro/outubro de 2014).

      Saulo Yassuda

    • 2013 - Vencedor

      Bares música ao vivo Comer & Beber

      Quando se roda por aí em busca de um bar para curtir música ao vivo, vê-se de tudo — e ouve-se bem menos do que se espera. Há lugares que tentam manter uma programação cult (mas que logo fica repetitiva), endereços de acústica deficiente e casas onde o público está muito mais interessado em beber e conversar em voz alta. O que dá realmente certo, então? O equilíbrio. Prestes a completar vinte anos, em dezembro, o pós-adolescente Bourbon Street, já premiado outras três vezes por VEJA SÃO PAULO, guarda a aura de sua época de menino. Seu salão para 400 pessoas, todo decorado com motivos musicais, recebe um público que vai de jovenzinhos a adultos já acostumados ao contorno de sua barriga dilatada pelos anos de prazeres noturnos. A qualidade sonora mostra-se notável desde os primeiros acordes do trio de jazz que geralmente abre as noites sob uma das escadas do mezanino. A música rola solta de terça a domingo. É verdade que às vezes as atrações soam um tanto triviais. Mas, de tempos em tempos, grandes nomes do jazz e de outros gêneros põem a cara e o gogó naqueles poucos metros quadrados. Neste ano passaram por ali o guitarrista Pat Metheny, a cantora Stacey Kent, os músicos Hermeto Pascoal e Yamandu Costa... Ao lado, o “pilhado” Trombone Shorty, um dos mais comentados instrumentistas de Nova Orleans da atualidade, arrancou moças, senhoras e rapazes de suas mesas em sua última passagem, em agosto. Antes de o show começar, a pipoca caramelizada e apimentada (R$ 9,00) cai muito bem e fica melhor na companhia de um chope (Stella Artois, R$ 9,50). Vale pedir também o drinque hurricane (R$ 23,00), um mix de frutas secas misturado a rum, suco de limão e açúcar. Depois é só relaxar. (Preços checados em setembro/outubro de 2013).

      Luiz Henrique Ligabue e Marcelo Cobra

    • 2012 - Indicado

      Bares música ao vivo Comer & Beber

      Na ativa desde 1993, mantém-se firme e forte como um dos endereços de música ao vivo mais importantes da cidade. Estrelas de primeira grandeza não só já tocaram no ambiente inspirado na atmosfera de Nova Orleans como deixaram lembranças para a decoração. O melhor exemplo é uma guitarra Lucille do mestre do blues B.B. King, exposta logo na entrada numa redoma de vidro. Bem variada, a programação alterna atrações de jazz, funk, soul, r&b, blues, música latina e cantoras da nova MPB. Um dos drinques típicos de Nova Orleans, o mint julep combina uísque americano, hortelã, açúcar e club soda em um copo alto com gelo.

      Veja SP

    • 2011 - Indicado

      Bares música ao vivo Comer & Beber

      Possui um dos mais reputados palcos da cidade, por onde já passou gente do porte de Cat Power, John Pizzarelli e Diana Krall. Toda a casa de Moema respira música. Repare no balcão do bar, que imita um piano. Ali há uma chopeira em formato de sax. Além disso, a decoração inspirada no universo de Nova Orleans exibe relíquias doadas por estrelas que se apresentaram por lá, como um paletó de Ray Charles (1930-2004) e uma guitarra Lucille do mestre do blues B.B. King. A azeitada programação escala sobretudo nomes do jazz, soul, funk, blues e r&b. Da cozinha, prove os pastéis de brie acompanhados de um suave molho de frutas vermelhas. A oferta etílica inclui chope Stella Artois e vinhos, a exemplo do cabernet sauvignon chileno Aquitania 2009. Verifique a agenda antes de sair de casa: em noites de atração internacional, o preço do couvert artístico aumenta consideravelmente.

      Veja SP

    • 2010 - Indicado

      Bares música ao vivo Comer & Beber

      Seus dezessete anos de funcionamento o consolidaram como um dos palcos mais estrelados da cidade. Por ele já passaram (e continuam passando) nomes de alta patente da música, com a frequente presença de artistas internacionais. Alguns deles até doaram peças para a decoração, que evoca Nova Orleans. Repare na guitarra Lucille, autografada pelo mito B.B. King, exposta logo na entrada. Coisa rara nesse tipo de casa, a cozinha é competente. Prove os sequinhos pastéis de brie acompanhados de um suave molho de frutas vermelhas. A oferta etílica inclui chope Stella Artois e drinques como o pisco sour. Fique ligado: quando há atração internacional, o preço do couvert artístico aumenta bastante.

      Veja SP

    • 2008 - Vencedor

      Bares música ao vivo Comer & Beber

      No ano em que completa uma década e meia de funcionamento, o conhecido endereço de Moema retorna ao time dos campeões pela terceira vez. Em seu ambiente à moda de Nova Orleans, tudo respira música: do balcão do bar pontilhado pelas teclas brancas e pretas de um piano à chopeira em formato de saxofone. Na decoração aparecem também objetos doados por astros do primeiríssimo time que passaram por seu palco. Entre eles, há um paletó colorido de Ray Charles, uma gravata de John Pizzarelli, os óculos escuros da cantora Diane Schurr e a guitarra Lucille autografada pelo mito B.B. King. Nada disso, porém, justificaria o prêmio se a casa não mantivesse uma seleta agenda de shows, centrada em jazz, funk, soul, blues e r&b, mas não só isso. Em 2008, estiveram em ação por lá o lendário blueseiro inglês John Mayall, o cantor uruguaio Jorge Drexler, a diva Jane Birkin e, na série Terça por Elas, as cantoras Ana Cañas, Marina de la Riva, Mariana Aydar, Bruna Caram e Eugénia Melo e Castro. Além, claro, de muitos artistas de Nova Orleans. Para mergulhar no clima, prove o coquetel mint julep. Típico do sul dos Estados Unidos, combina em copo alto bourbon, hortelã, açúcar e club soda. Fique ligado: quando há atração internacional, o couvert artístico aumenta bastante.

      Veja SP

    Em cartaz

    date_range

    A partir 30 de maio Até 30 de maio

    • Eduardo Dussek e Derico

      VejaSP
      starsstarsstarsstarsstars

      Local: Bourbon Street

      Horários: Terça (30), 21h30.

      Mais informaçõesarrow_drop_down
      Mais informaçõesarrow_drop_up
    date_range

    A partir 31 de maio Até 31 de maio

    • Folk It All

      VejaSP
      starsstarsstarsstarsstars

      Local: Bourbon Street

      Horários: Quarta (31), 21h30.

      Mais informaçõesarrow_drop_down
      Mais informaçõesarrow_drop_up
    date_range

    A partir 01 de junho Até 01 de junho

    • Beatles Abbey Road

      VejaSP
      starsstarsstarsstarsstars
      18 anos - 70 min

      Local: Bourbon Street

      Horários: Quinta (1º), às 22h30 (a casa abre às 21h).

      Preços: R$60,00.

      Mais informaçõesarrow_drop_down
      Mais informaçõesarrow_drop_up
    date_range

    A partir 04 de junho Até 04 de junho

    • Clube do Balanço

      VejaSP
      starsstarsstarsstarsstars
      clube-do-balanco-01.jpeg

      Local: Bourbon Street

      Horários: Domingo (4), 19h

      Mais informaçõesarrow_drop_down
      Mais informaçõesarrow_drop_up
    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá, ( log out )

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s