Bardega (Desde 2012)

Tipos de Bares: Vinhos
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Rua Doutor Alceu de Campos Rodrigues, 218 - Itaim Bibi - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 26917578(11) 26917579
payment

Formas de pagamento

Cartões de crédito: Visa, Mastercard, Diners e American Express
Cartões de dédito: Visa Electron, Rede Shop e Maestro

check_circle

Informações adicionais

Estacionamento/Valet (R$ 25,00) (1), Acesso para deficientes, Lugares/Capacidade total (150)

(1)só a noite

Resenha por Fábio Galib e Saulo Yassuda

Uma respeitosa seleção de 88 garrafas diferentes é conservada em máquinas Enomatic. O cliente coloca o cartão de consumo no equipamento, aperta o botão do rótulo desejado e, pronto, o líquido desce à taça em dose de 30, 60 ou 120 mililitros. Há opções como o siciliano Fina Chardonnay 2015 (R$ 10,00, R$ 20,00 e R$ 36,00), branco com um certo corpo, e o californiano Estrada Creek Old Vines 2010, com predominância da uva zinfandel (R$ 7,00, R$ 14,00 e R$ 26,00). Um bom petisco é o bolinho de pancetta e polenta (R$ 34,00, seis unidades).

Preços checados em setembro/outubro de 2016.

 

    Comer e beber

    • 2016 - Participante

      Bares wine bars Comer & Beber .

      Uma respeitosa seleção de 88 garrafas diferentes é conservada em máquinas Enomatic. O cliente coloca o cartão de consumo no equipamento, aperta o botão do rótulo desejado e, pronto, o líquido desce à taça em dose de 30, 60 ou 120 mililitros. Há opções como o siciliano Fina Chardonnay 2015 (R$ 10,00, R$ 20,00 e R$ 36,00), branco com um certo corpo, e o californiano Estrada Creek Old Vines 2010, com predominância da uva zinfandel (R$ 7,00, R$ 14,00 e R$ 26,00). Um bom petisco é o bolinho de pancetta e polenta (R$ 34,00, seis unidades). (Preços checados em setembro/outubro de 2016.)

      Fábio Galib e Saulo Yassuda

    • 2015 - Indicado

      Bares cozinha Comer & Beber .

      Região de bares dedicados ao chopinho gelado, o Itaim Bibi acolhe este ótimo endereço devotado ao vinho. Descole um assento numa das varandas embaladas por house music e comece a brincar de degustar alguns dos 110 rótulos disponíveis em taça. A maioria das garrafas fca “engatada” em doze máquinas Enomatic, que preservam a qualidade da bebida por mais tempo. Cabe ao cliente inserir seu cartão de consumo no equipamento, posicionar o copo numa das “torneiras” e “tirar” o vinho escolhido, em doses de 30, 60 ou 120 mililitros. Atenciosos sommeliers de plantão indicam boas opções, como o branco francês Olivier Lefaive Saint-Aubin 1er Cru Dents de Chien 2009 (de R$ 20,00 a R$ 76,00), da Borgonha, e o tinto português Quinta da Faísca Crooked Vines 2012 (de R$ 13,00 a R$ 47,00), do Douro. As goladas podem ser acompanhadas de ótimos petiscos criados pelo chef Daniel Martins, todos com bela apresentação e jeitão contemporâneo. O entrecôte de angus (R$ 56,00) vem junto de cebola crocante e mix de vegetais, que deixam a pedida ainda mais saborosa. Aos domingos, serve apenas pizza. (Preços checados em setembro/outubro de 2015).

      Saulo Yassuda

    • 2014 - Participante

      Bares wine bar Comer & Beber .

      O Itaim, repleto de endereços cujo protagonista é o chopinho, ganhou este wine-bar de espírito mais informal, considerado o melhor da cidade na última edição do COMER & BEBER. Chama atenção a grande oferta de vinhos em taça: 110 opções de branco, rosé, tinto e espumante, caçadas no Velho e no Novo Mundo. A maioria das garrafas fica disposta em doze máquinas enomatic, que conservam a qualidade da bebida por evitar o contato do líquido com o ar. Depois de eleger seu vinho — sommeliers estão de prontidão para eventuais dúvidas e sugestões —, o cliente deve inserir a comanda no equipamento e servir-se, escolhendo o tamanho da dose: 30, 60 ou 120 mililitros. Produzido com uvas tempranillo (95%) e graciano (5%), o espanhol Ontañon Reserva 2004, da Rioja, custa R$ 16,00 (taça de 60 mililitros). Se preferir uma opção mais refinada, e cara, a dica é o italiano Poggio di Sotto Brunello di Montalcino 2006 (R$ 120,00, 60 mililitros). O endereço dispõe de duas varandas com ares de lounge, uma na entrada e outra nos fundos, onde dá para bebericar e jogar conversa fora. Para harmonizar, a rabada desfiada ao purê de agrião sai por R$ 28,00. No início do ano, passou a abrir também para o almoço. O menu completo (R$ 49,00) pode trazer combinações como barriga de porco com risoto de abóbora. (Preços checados em setembro/outubro de 2014).

      Saulo Yassuda

    • 2013 - Vencedor

      Bares wine bar Comer & Beber .

      Do último ano para cá, pipocaram wine-bars na cidade. Nenhum tão bacana quanto o Bardega, que possui uma oferta recorde de vinhos em taça: são 111 opções de brancos, rosés, tintos e espumantes. Outra sacada é o sistema de autoatendimento. Provar uma tacinha ali se torna um ato tão despretensioso quanto entornar uma caldeireta gelada de chope em outros endereços vizinhos. Sem afetação. Não à toa, o lugar começa a encher de engravatados logo que abre, por volta das 7 da noite, e segue lotado até mais tarde, quando muitos decidem esticar e aproveitar o bom cardápio do chef Daniel Martins. Para começar a beber, é preciso pegar um cartão com os garçons. Ele é usado para acionar uma das doze máquinas Enomatic, que mantêm a qualidade da bebida mesmo depois de aberta. São três doses: 30, 60 e 120 mililitros. Os sommeliers Aldo Assada e Alexandre Aleluia ficam à espreita, de olho para ver se vai pintar alguma dúvida. Antes de bater o martelo, o interessante é notar que ninguém se constrange em pedir mais detalhes sobre um rótulo incomum, como o húngaro Oremus Tokaji Aszú 3 Puttonyos 2006, um branco doce de aroma frutado (R$ 20,00 a R$ 80,00). Bom para acompanhar sobremesas, o tinto italiano Tommaso Bussola Recioto della Valpolicella Classico 2009 (R$ 24,00 a R$ 96,00), do Vêneto, faz boa parceria com doces à base de chocolate. Quem quiser uma escolha certeira, de bom custo-benefício, encontrará o sul-africano Porcupine Ridge Syrah/Viognier 2010 (R$ 6,00 a R$ 24,00) e o italiano Renosu Rosso Romangia IGT2009 (R$ 7,00 a R$ 28,00). Há ainda dez rótulos de espumantes. Eles ficam cravados no gelo em um balcão ao ar livre no fundo do bar. Tim-tim. (Preços checados em setembro/outubro de 2013).

      Luiz Henrique Ligabue e Marcelo Cobra

    • 2013 - Vencedor

      Votação popular - wine bar Comer & Beber .

      Do último ano para cá, pipocaram wine-bars na cidade. Nenhum tão bacana quanto o Bardega, que possui uma oferta recorde de vinhos em taça: são 111 opções de brancos, rosés, tintos e espumantes. Outra sacada é o sistema de autoatendimento. Provar uma tacinha ali se torna um ato tão despretensioso quanto entornar uma caldeireta gelada de chope em outros endereços vizinhos. Sem afetação. Não à toa, o lugar começa a encher de engravatados logo que abre, por volta das 7 da noite, e segue lotado até mais tarde, quando muitos decidem esticar e aproveitar o bom cardápio do chef Daniel Martins. Para começar a beber, é preciso pegar um cartão com os garçons. Ele é usado para acionar uma das doze máquinas Enomatic, que mantêm a qualidade da bebida mesmo depois de aberta. São três doses: 30, 60 e 120 mililitros. Os sommeliers Aldo Assada e Alexandre Aleluia ficam à espreita, de olho para ver se vai pintar alguma dúvida. Antes de bater o martelo, o interessante é notar que ninguém se constrange em pedir mais detalhes sobre um rótulo incomum, como o húngaro Oremus Tokaji Aszú 3 Puttonyos 2006, um branco doce de aroma frutado (R$ 20,00 a R$ 80,00). Bom para acompanhar sobremesas, o tinto italiano Tommaso Bussola Recioto della Valpolicella Classico 2009 (R$ 24,00 a R$ 96,00), do Vêneto, faz boa parceria com doces à base de chocolate. Quem quiser uma escolha certeira, de bom custo-benefício, encontrará o sul-africano Porcupine Ridge Syrah/Viognier 2010 (R$ 6,00 a R$ 24,00) e o italiano Renosu Rosso Romangia IGT2009 (R$ 7,00 a R$ 28,00). Há ainda dez rótulos de espumantes. Eles ficam cravados no gelo em um balcão ao ar livre no fundo do bar. Tim-tim. (Preços checados em setembro/outubro de 2013).

      Luiz Henrique Ligabue e Marcelo Cobra

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá, ( log out )

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s