Bar do Magrão (Desde 1995)

Tipos de Bares: Chope e cerveja
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Rua Agostinho Gomes, 2988 - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 20616649
Horário:
segunda-feira
Fechado
terça-feira
17:00 - Último cliente
quarta-feira
17:00 - Último cliente
quinta-feira
17:00 - Último cliente
sexta-feira
17:00 - Último cliente
sábado
12:00 - Último cliente
domingo
12:00 - Último cliente
payment

Formas de pagamento

Cartões de crédito: Diners, Mastercard e Visa
Cartões de dédito: Maestro, Rede Shop e Visa Electron

Resenha por Fábio Galib e Saulo Yassuda

Figura popular no Ipiranga, Luiz Antonio Sampaio, o Magrão, mantém este ponto devotado às cervejas especiais. É pena que muitas delas andem em falta, sobretudo as holandesas, austríacas e escocesas. Belgas são escolhas mais garantidas, como a potente Maredsous 10 Tripel (R$ 32,00, 330mililitros) e a St Martin Blonde (R$ 32,00,330 mililitros), mais suave. A berinjela curtida no azeite e alho com pão (R$ 21,00 a porção) é das boas e não tem pegada cantineira por acaso. Magrão é também o dono do restaurante italiano no imóvel vizinho.

Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    ESCONDIDINHO

    Dedicado a cervejas especiais, o boteco tem uma opção de lascas de bacalhau cobertas por purê de batata, azeitona verde, pimentão vermelho e ovo de codorna (R$ 44,00).

    Preços checados em 17 de agosto de 2016.

    Comer e beber

    • 2015 - Participante

      Bares chope e cerveja Comer & Beber

      É um daqueles bares que carregam a alma do proprietário — no caso, de Luiz Antonio Sampaio, o Magrão. Quem sobe o lance de escadas e se acomoda no diminuto salão, encontra rock nas caixas de som, quinquilharias na decoração e uma carta de cervejas que chega a 150 rótulos muito bem selecionados. Entre as belezas, está a Palm Royale (R$ 26,00; 330 mililitros), uma belgian pale ale produzida na... Bélgica. Das nacionais, a catarinense Göttlich Divina! (R$ 20,00; 600 mililitros) é uma refrescante pilsen que leva guaraná na composição. Massas da cantina vizinha, também do Magrão, e gostosos petiscos (a empadinha de palmito, por R$ 6,00, é ótima) compõem o menu dedicado aos comes. Deste, também fazem parte algumas variações de escondidinho, entre as quais a de carne-seca e creme de abóbora, que é gratinada com catupirye parmesão (R$ 32,00). (Preços checados em setembro/outubro de 2015).

      Saulo Yassuda

    • 2014 - Participante

      Bares cervejas especiais Comer & Beber

      Concorrido até nos dias de semana, o pequeno boteco de Luiz Antonio Sampaio, o Magrão, tem um quê de pub: possui iluminação baixa e é todo revestido de madeira escura. Traquitanas como luvas de boxe, relógios e uma vuvuzela conferem ar divertido ao espaço, junto com a trilha escolhida a dedo pelo proprietário — rolam nas caixas de som Rolling Stones, Led Zeppelin e até Cyndi Lauper. Apesar de estar numa rua tranquila do Ipiranga, o bar atrai gente da cidade toda por causa da robusta seleção de cervejas: 140 rótulos. A holandesa 8.6 Blond (R$ 18,00; 500 mililitros) tem coloração dourada e amargor ligeiro. Opção nacional, a amarguinha Velhas Virgens India Pale Ale (R$ 26,00; 600 mililitros) vem de Ribeirão Preto (SP). Entre um rótulo e outro, escale o gostoso escondidinho de bacalhau (R$ 39,00) ou uma massa do estabelecimento vizinho: a Cantina do Magrão, do mesmo proprietário. (Preços checados em setembro/outubro de 2014.)

      Saulo Yassuda

    • 2013 - Participante

      Bares botecos Comer & Beber

      É preciso subir alguns degraus para chegar ao mundo do Magrão, um pequeno salão de madeira lotado de adereços pouco usuais. Cornetas, um par de sapatos de palhaço, guitarras e muitos relógios de parede, sempre apontando para as 16h55 (horário de abertura do bar), fazem companhia para quadros com temática cervejeira nas paredes. Rock’n’roll dos bons sai das caixas de som e transforma o bar em um bom lugar para todas as horas. São cerca de 140 rótulos de cervejas vindos de todos os cantos do mundo, apesar de alguns deles não estarem sempre presentes. Algumas boas pedidas são a holandesa Tilburg’s Dutch Brow Ale (R$ 18,00; 330 mililitros), a lituana Utenos Porter Darder (R$ 20,00; 500 mililitros) e a paulista Colorado Demoiselle (R$ 20,00; 600 mililitros). Da cozinha, um ótimo escondidinho de bacalhau (R$ 35,00) deixa até duas pessoas felizes da vida e prontas para mais um gole. (Preços checados em setembro/outubro de 2013).

      Luiz Henrique Ligabue e Marcelo Cobra

    • 2012 - Participante

      Bares botecos Comer & Beber

      Estabelecido desde 1995 no Ipiranga, o boteco de decoração meio amalucada ganhou em abril uma nova carta de cervejas. A oferta dobrou: passou de setenta para 140 rótulos. Das tentações engarrafadas, sobressaem a Schneider Weisse TAP 7, alemã de trigo um pouco diferente, de coloração âmbar, e a saborosa belga Hoegaarden Grand Cru. Também da Bélgica vem a Malheur 10, strong golden ale servida em taça flûte e com respeitáveis 10% de teor alcoólico. Entre as nacionais, vale provar a amarguinha Velhas Virgens India Pale Ale, fabricada em Ribeirão Preto. Boas comidinhas fazem acompanhamento, a exemplo das almôndegas ao sugo e da berinjela curtida no azeite e alho, ambas escoltadas por pão italiano fatiado. Se precisar de dicas etílicas na hora da escolha, troque uma ideia com o proprietário, Luiz Antonio Sampaio, o Magrão. Uma figuraça.

      Veja SP

    • 2011 - Participante

      Bares botecos Comer & Beber

      Estabelecimento faz parte da edição Comer & Beber 2011/2012

      Veja SP

    • 2010 - Indicado

      Bares carta de cervejas Comer & Beber

      Cheio de personalidade, o boteco do paulistano Luiz Antonio Sampaio, o Magrão, é uma das atrações do Ipiranga. Repare na amalucada decoração, com objetos de todo tipo — de relógios a sapatos de palhaço — espalhados pelo pequeno e escuro ambiente. A iluminação baixa e a oferta de cervejas (setenta rótulos) dão um viés de pub ao lugar. Entre as boas loiras, morenas e ruivas estão a belga Lucifer e a francesa Bière du Désert — ambas claras e do tipo strong ale. No cardápio, destacam-se três receitas de escondidinho.

      Veja SP

    Comentários
    Deixe uma resposta

    Olá, ( log out )

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s