‘Edukators’ evita o tom panfletário e se mantém cativante

Em cartaz no Sesc Belenzinho, espetáculo dirigido por João Fonseca é inspirado por filme homônimo de 2004

Um talento inegável do diretor João Fonseca é a capacidade de estabelecer diálogo com o público. Lançado em 2004, o filme do cineasta austríaco Hans Weingartner ganhou a adaptação teatral de Rafael Gomes e, por causa do forte discurso, Edukators mantém-se cativante. Fabrício Belsoff e Pablo Sanábio vivem dois rapazes inconformados com as injustiças do mundo. Eles praticam ações pacifistas e, ao lado da namorada de um deles (Natália Lage), invadem a mansão de um milionário (Edmilson Barros). Dessa vez, algo sai errado, e os quatro personagens são obrigados a reavaliar suas convicções.

+ Mais notícias sobre o universo do teatro no blog de Dirceu Alves Jr.

As atuações vigorosas, sobretudo de Barros e Natália, envolvem o espectador e eliminam qualquer tom panfletário. Bem conduzida, a encenação mistura projeções no telão a elementos realistas, que se integram perfeitamente àquele universo de conflito. 

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s