Diretor Nelson Baskerville assina quatro montagens em São Paulo

A partir desta semana, público pode acompanhar e comparar o trabalho de Barskerville

Neste quarta (14), a peça Credores volta aos palcos paulistanos. Quem está à frente deste projeto é o ator e diretor santista Nelson Barskeville.

Com Luis Antonio – Gabriela – que reestrou no teatro Alfredo Mesquita, em Santana, Córtex, no Centro Cultural Banco do Brasil, e A Falecida, Barskeville soma quatro espetáculos sob sua responsabilidade em cartaz simultaneamente.

Para conhecer mais sobre o trabalho do santista, leia abaixo:

 Luis Antonio – Gabriela

Com extrema e admirável coragem, Baskerville mexe em sua história para montar o espetáculo, que comove e inquieta o espectador em um surpreendente conjunto. Seu irmão mais velho, Luis Antonio (interpretado pelo ator Marcos Felipe), nasceu em 1953, era homossexual e viveu em Santos até os 30 anos, quando se mudou para a Espanha. Durante três décadas, quase nada se soube dele, que, na Espanha, assumiu a identidade de Gabriela.

Córtex

Córtex

Córtex

Otávio Martins protagoniza o monólogo dramático que discute os limites entre a razão e a emoção. Em cena, um homem tem a vida transformada com o sumiço de sua mulher. Depois de prestar queixa em uma delegacia, ele vai se envolvendo em uma teia de contradições que o aponta como suspeito do desaparecimento. Diretor ávido por soluções longe do lugar-comum, Nelson Baskerville criou uma encenação de personalidade tão forte e marcante quanto a presença no palco de Otávio Martins.

A Falecida

A Falecida

A Falecida

Uma nova leitura da tragédia ganha a cena. Depois de 17 X Nelson e Os Sete Gatinhos, o diretor Nelson Baskerville firma parceria com a Cia. Teatro do Kaos. A ação foi transposta do subúrbio carioca para uma favela da cidade de Cubatão (SP) e cada personagem é interpretado por três atores.

Credores

Credores

Credores

Baskerville leva sua visão inovadora a um texto clássico do dramaturgo sueco August Strindberg (1849-1912). Escrito em 1888, o drama revela o equilíbrio delicado de um casal. A rotina é abalada de vez com a chegada de um desconhecido e se inicia um inusitado confronto.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s