Destaques de quarta (31) na Mostra Internacional de Cinema

Candidato argentino ao Oscar, <em>Infância Clandestina</em> é uma das apostas de um dia que ainda tem Abbas Kiarostami e Manoel de Oliveira

Veja dez boas opções para o penúltimo dia da 36ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.

Clique aqui para conferir a programação completa do dia, fique atento às alterações da Mostra, saiba os horários de abertura das bilheterias e veja mais dicas no blog do crítico Miguel Barbieri Jr.:

A BOA DO DIA

INFÂNCIA CLANDESTINA (idem, 112min), de Benjamin Ávila –  A Argentina preferiu um diretor desconhecido e um tema político na fita que vai representá-la no Oscar 2013 de melhor filme estrangeiro. Em 1979, o menino Juan (Teo Gutiérrez Romero), de 12 anos, retorna do exílio com seus pais, que são radicais de esquerda. Para ajudá-los a permanecer clandestinos em Buenos Aires, o garoto troca seu nome para Ernesto e finge ter acabado de regressar do norte do país. Espaço Itaú de Cinema – Frei Caneca 2, 20h40

FIQUE DE OLHO

O AMANTE DA RAINHA (Em Kongelig Affere, 137min), de Nikolaj Arcel – No século 18, a jovem britânica Carolina Matilde da Grã-Bretanha se casa com o insano rei Christiano VII, tornando-se rainha da Dinamarca. Quando Johann Struensee, um intelectual alemão, se torna médico da corte, Christiano faz dele seu confidente e posteriormente ministro-chefe. Carolina também começa a se aproximar de Struensee, e logo os dois começam um romance. Vencedor do prêmio de Melhor Roteiro na última edição do Festival de Berlim. Cinemateca – Sala Petrobras, 14h

ERA UMA VEZ NO OESTE (Once Upon a Time in West, 165min), de Sergio Leone – A tela do cinema é o melhor lugar para ver ou rever esta obra-prima do diretor italiano Sergio Leone (1929-1989). Realizado em 1968, o faroeste resistiu ao tempo com sua trama de vingança. Nela, uma ex-prostituta recém-casada (papel de Claudia Cardinale) chega à fazenda de seu marido e descobre que ele foi morto. Embora corajosa, ela terá ajuda para enfrentar rivais na disputa das terras. Grandes atuações de Henry Fonda, Charles Bronson e Jason Robards, além da memorável trilha sonora de Ennio Morricone, marcam a fita. Cinemateca – Sala BNDES, 15h

Um Alguém Apaixonado de Abbas Kiarostami:

Um Alguém Apaixonado de Abbas Kiarostami:

UM ALGUÉM APAIXONADO (Like Someone in Love, 109min), de Abbas Kiarostami – Depois de fazer uma viagem a Itália em Cópia Fiel (2010), o diretor iraniano vai ao Japão para, numa homenagem ao cineasta Yasujiro Ozu (1903-1963), filmar os encontros e desencontros entre uma jovem, seu namorado violento e um escritor idoso. Competiu este ano em Cannes. Espaço Itaú de Cinema – Frei Caneca 1, 16h50

Os Descrentes

Os Descrentes

OS DESCRENTES (Les Mécréants, 88min), de Mochine Besri –  Em seu primeiro longa-metragem, o diretor marroquino Mohcine Besri aborda um assunto bastante atual: a intolerância dos muçulmanos radicais. Na trama, um grupo de artistas segue para Marrakesh a fim de apresentar seu novo espetáculo. Algo inesperado, porém, ocorre no meio do caminho. Eles são sequestrados por três islâmicos, que não aceitam a forma liberal como vivem. A partir daí, os atores ficam à espera de um telefonema que vai decidir o destino deles. Cinusp, 19h

O Gebo e a Sombra

O Gebo e a Sombra

O GEBO E A SOMBRA (idem, 91min), de Manoel de Oliveira. Aos 103 anos, o diretor português é um dos nomes mais queridos entre os freqüentadores mais assíduos da Mostra. O seu novo longa, que estreia hoje no evento, competiu no Festival de Veneza deste ano. Na trama, o retorno de um filho ausente muda a vida de uma família. Espaço Itaú de Cinema – Frei Caneca 3, 19h

Lawrence of Arábia

Lawrence of Arábia

LAWRENCE DA ARÁBIA (Lawrence of Arabia, 216min), de David Lean. A escolha mais segura do dia é ver ou rever o épico de 1962, que venceu sete prêmios Oscar. Será exibido em cópia restaurada. Cinesesc, 19h40

NO (118min), de Pablo Larraín. O cineasta chileno de Tony Manero (também em exibição na Mostra) reconstitui a guerra de marqueteiros durante o plebiscito de 1988, que definiria a permanência ou não de Pinochet no poder. Venceu prêmio na mostra Quinzena dos Realizadores, em Cannes. Espaço Itaú de Cinema – Frei Caneca 5, 19h50

Entre o Amor e a Paixão

Entre o Amor e a Paixão

ENTRE O AMOR E A PAIXÃO (Take this Waltz, 116min), de Sarah Polley. Depois do drama Longe Dela, de 2006, a atriz Sarah Polley dirige esta comédia dramática sobre o caso entre uma mulher casada e um artista. Espaço Itaú de Cinema – Frei Caneca 6, 21h15

Liv e Ingmar - Uma História de Amor

Liv e Ingmar – Uma História de Amor

LIV E INGMAR – UMA HISTÓRIA DE AMOR (Liv & Ingmar, 83min), de Dheeraj Akolkar – Documentário sobre a relação de 42 anos entre a atriz norueguesa Liv Ullmann e o diretor sueco Ingmar Bergman. Espaço Itaú de Cinema – Frei Caneca 4, 22h15

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s