Ícone dos anos 50, James Dean é tema de retrospectiva no CineSesc

Programação conta com melodramas que se tornaram clássicos e filmes para a televisão

James Dean, morto em 1955 em um acidente automobilístico, se tornou um dos ícones do cinema. Sinônimo de juventude e rebeldia, o ator, considerado um retrato vivo dos anos 50, é relembrado em mostra apresentada pelo CineSesc a partir desta segunda-feira (19º).

+ Saiba quais são os melhores filmes em cartaz

A programação de Eternamente Jovem – Retrospectiva James Dean apresenta os três melodramas que consagraram o ator, indicado a dois prêmios Oscar: Juventude Transviada (1955), de Nicholas Ray – com exibição na terça (2), às 21h; Vidas Amargas de Elia Kazan (1955), apresentado ao público em na segunda-feira (1º), às 21h, e Assim Caminha a Humanidade (1956), de George Stevens, projetado na quarta (3), às 19h .

Além desses filmes, o ciclo conta com quatro dramas feitos na década de 50 diretamente para a televisão e um documentário, Sal (2001), dirigido por James Franco, sobre os últimos anos de vida do ator.

Clique aqui para conferir a programação completa.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s