Festas transformam o domingo em dia para badalar em São Paulo

Novos projetos sacodem o marasmo da folga e levam paulistanos a trocar a TV pela pista. Confira onde curtir as últimas horas do final de semana

Engana-se quem pensa que o domingo é dia de ficar de molho, almoçar com a família e se entregar à programação de gosto duvidoso da TV. Os baladeiros paulistanos têm à disposição cada vez mais festas para cair na pista antes de começar a semana. “Antes, as pessoas não saiam de casa porque achavam que não tinham para onde ir. Mas isso acabou e a programação se estendeu”, diz André Rubini, sócio da Royal, que desde agosto abriu o dia para shows de black music. “Tivemos uma boa experiência quando a casa estava no centro chamada Royal Sunday. Acontecia eventualmente e percebíamos como as pessoas procuravam por um programa como este.”  

Assim como o clube da Vila Olímpia, que já recebeu Naldo, Buchecha e até o americano Soulja Boy para as suas domingueiras, a casa noturna Disco também decidiu abrir as portas aos domingos. E com um detalhe: em vez do eletrônico que domina a pista nos demais dias, os sócios investiram em samba-rock. As noite são comandadas pelo grupo Melanina Carioca. “Percebemos que nosso público, do Itaim e Vila Olímpia, gostava de ir aos barzinhos à tarde e não tinha aonde ir depois. Testamos o formato e deu certo. A casa chega a ter 600 pessoas”, diz Michel Saad, um dos donos.

Além do estilo musical, muda também o público, normalmente mais velho e sem grandes preocupações com compromissos no dia seguinte. “Diferente da turma de sábado, os domingueiros são mais parecidos com a turma que curte a balada em dias de semana. Estão na faixa dos 25 a 35 anos e são mais tranquilos, preferem conversar e ouvir boa música”, diz.

Na noitada Pathyfarya, que há dois anos reúne o público gay e gay-friendly, o clima é de barzinho, embora o cenário seja o de uma das casas noturnas mais fervidas do circutio, a Bubu Lounge Disco (Pinheiros). “O espaço se adaptou para nos receber. Tem como pedir porções e comidinhas, o que não acontece nos outros dias”, conta Danny Vidinha, coordenadora da festa. Segundo ela, o estilo também é mais descontraído. “As pessoas vão arrumadas, mas sem aquela história de muita maquiagem, salto alto, que a gente vê em um sábado”, conta.

Confira outras festas que estão mudando a cara do domingo na capital:

 

1/8
Royal - Vila Olímpia (Ricardo D`Angelo / Domingo @ Royal)
2/8
Bubu Lounge 2013 (Barreto Rodrigo / Pathyfarya)
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars| Confira horários e locais
3/8
melanina_carioca (Divulgação / Projeto Ensaio)
5/8
paribar divulgação (Divulgação / Jazz’N’Bass)
Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s