Elisabete Sato: a nova chefona do DHPP

“Acho que ajudei a abrir caminho para outras”, afirma a primeira mulher a assumir a diretoria do Departamento

Fã de salto alto (“não menor que 7 centímetros”), a paulistana Elisabete Sato, 56 anos e 1,58 metro de altura, é a primeira mulher a assumir a diretoria do Departamento Estadual de Homicídios e Proteção à Pessoa, o DHPP.

Há 36 anos na Polícia Civil,ela iniciou como escriturária do Deic, onde então trabalhava o tenebroso delegado Sérgio Fleury. “Na época, quase não se viam mulheres nos corredores”, diz ela, filha de um tintureiro japonês e de uma empregada doméstica mineira. “Acho que ajudei a abrir caminho para outras.”

Abaixo, outras pioneiras das forças policiais:

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s