Pizza vendida por metro e mais esquisitices de dar água na boca

Tradicionalmente redonda, a especialidade italiana que conquistou os paulistanos pode aparecer retangular, incrementada por calzone ou em versões sem glúten

Já imaginou pedir um pizza por metro? Pois alguns endereços da cidade fazem versões retangulares da massa tradicionalmente redonda. Também há uma opção coroada por um calzone e até sem glúten.

Guia da pizza: sugestões de restaurantes, receitas e mais

Conheça abaixo versões inovadoreas de pizza:

Bazar da Pizza: além das redondas tradicionais, vende pães fechados, retangulares, montados na mesma massa. São chamados de pão da monteiro e chegam à mesa fumegantes, recheados de linguiça calabresa e catupiry (R$ 29,00).

Dona Quadrada — Pizzas por Metro: nesta pizzaria de delivery as redondas não têm vez. As pizzas aparecem com formato quadrado ou retangular e são vendidas por metro, em quatro tamanhos diferentes. O extenso cardápio oferece mais de sessenta sabores de cobertura, em versões doces e salgadas.

Graminha: localizada na Vila Madalena, a casa se destaca pelo formato retangular de suas pizzas. No cardápio, 37 opções de sabores, entre doces e salgados, podem cobrir a massa de meio metro de comprimento.

 

Quintal do Bráz: a maior atração é a pizza carola, de um lado plana e do outro um calzone. Por seis reais a mais que o valor da pizza tradicional, cai bem a da vila, com presunto cru, mussarela e alho-poró, e para o lado de fora a barra speciale é a melhor, com burrata em lascas, tomate picado e azeitona preta sobre mussarela. 

O Pedal: vendidas por metro,  aqui as redondas são… quadradas! Também em versões retangulares, o tamanho da massa pode variar de 25cm a 50cm de comprimento. O cardápio conta com 33 opções de coberturas salgadas mais seis doces. A calabresa, de 50 centímetros, sai por R$ 61,00.

Al Baladi: o chef Renato Haddad vai oferecer versões de manakiche, conhecida como pizza árabe, em comemoração ao dia da pizza (10). Escolha entre os sabores mussarela com tomates e zatar, carne com snoubar, coalhada com azeitona preta e chancliche com rúcula. A porção é individual, custa R$ 24,50 e será servida durante todo o mês de julho. 

Sala Vip: é possível trocar a massa tradicional por uma sem glúten, feita de farinhas de mandioca, tapioca e arroz, amido de milho, ovo, fermento, azeite, açúcar e sal. O preço sobe.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s