Os salgados mais famosos da cidade

Coxinha, quibe e bolinho de bacalhau são alguns dos quitutes que fazem sucesso em endereços tradicionais da capital

São Paulo abriga ótimos endereços para comer quitutes, é fato.  Alguns deles, contudo, ganham status de ponto turístico na cidade. Conheça sete deles, que fazem jus à boa fama que têm:

 

COXINHA DO VELOSO

É difícil comer uma só. De tamanho médio e quase sem massa, a coxinha traz o recheio bem cremoso de frango e catupiry. A porção de seis custa R$ 30,00 e a unidade, R$ 5,50. Em uma década de existência, o boteco da Vila Mariana já vendeu mais de 6 milhões de salgados. 

Outros endereços que também têm ótimas coxinhas: Frangó, Santa Coxinha e Padaria Brasileira.

 

PASTEL DO PASTEL DA MARIA 

Pastel da Maria

Pastel da Maria

Bicampeã em edições passadas do especial VEJA COMER & BEBER, a japonesa Maria Kuniko Yonaha não perdeu a mão na fórmula do salgado sempre crocante. Escolha um dos nove endereços para provar recheios tradicionais como carne, queijo, pizza e bauru (R$ 6,00 cada um), além de combinações diferentonas de estrogonofe de carne, mussarela e batata palha, e a japa, com cogumelos shimeji e shiitake (R$ 8,50 cada uma). 

Outros endereços que também têm ótimos pastéis: Yoka, Yokoyama e A Pastella.

 

BOLINHO DE BACALHAU DO BAR LUIZ FERNANDES 

Bolinho de bacalhau já foi incorporado ao cardápio brasileiro

Bolinho de bacalhau já foi incorporado ao cardápio brasileiro

É um concorrido patrimônio da Zona Norte, que bomba de terça a domingo. As receitas da dona Idalina, a mulher do fundador Luiz Fernandes e mãe de Luiz Eduardo, que toca a casa no dia a dia, são à prova de possíveis perrengues. Seus bolinhos de jeitão caseiro fazem qualquer pedida gourmet parecer sem graça. Um dos grandes sucessos é o bolinho de bacalhau que custa R$ 5,00. 

Outros endereços que também têm ótimos bolinhos de bacalhau: Bar Léo, Café Machado e Academia da Gula.

+ Nove doces que vão deixar seu amor ainda mais apaixonado 

 

PÃO DE QUEIJO DO PÃO DE QUEIJO HADDOCK LOBO 

Pão de Queijo Haddock Lobo

Pão de Queijo Haddock Lobo

Levinho, levinho (e um tanto disforme). Assim é o pão de queijo feito há mais de quarenta anos pelo baiano Sebastião Marques Cazumbá e vendido na pequena e concorridíssima loja do Jardim Paulista. Na receita, vendida a R$ 6,00, entram queijo meia-cura e uma quantidade caprichada de polvilho, o que garante casquinha crocante e interior bem macio

Outros endereços que também têm ótimos pãezinhos de queijo: Pãozin, Lá na Venda e O Melhor Pão de Queijo do Mundo

 

ESFIHA DA CASA GARABED 

Casa Garabed traz cozinha similar à árabe, mas com difereças de sabor

Casa Garabed traz cozinha similar à árabe, mas com difereças de sabor

Com um período de interrupção entre 1972 e 1980, o forno a lenha é aceso desde 1951 nesta casa simples, de fachada camuflada no meio de residências. Nas chamas alimentadas por eucalipto se assam esfihas abertas e fechadas de massa fina até ficarem bronzeadas. Longe de serem baratas — os preços variam de R$ 7,80 a R$ 13,70 a unidade —, elas integram a lista de melhores da cidade

Também fazem sucesso as esfihas da rede Jaber, da Effendi e da Esfiha Juventus.

 

EMPADA DA CASA GODINHO 

Casa Godinho

Casa Godinho

Declarado Patrimônio Cultural Imaterial da cidade em 2012, este empório de secos e molhados foi inaugurado no ano de 1888, na Praça da Sé. Em 1924, passou a funcionar em um prédio da Rua Líbero Badaró, onde está até hoje. Para consumo no local, a seleção de quitutes da vitrine inclui uma saborosa receita de empadinha. O salgado tem massa quebradiça e ganha oito tipos de recheio, entre eles carne-seca, frango, palmito, alheira (R$ 6,00 cada uma), camarão e bacalhau (R$ 6,50 cada uma). 

Experimente também as empadas do Bar do Magrão, do restaurante Rancho do Português e do Rancho da Empada.

+ Padaria Brasileira promove festival de coxinhas

 

QUIBE DA TENDA DO NILO 

Tenda do Nilo

Tenda do Nilo

Espremido em uma esquina do Paraíso, o minúsculo salão serve uma comida ótima. É o caso bons quibes fritos (R$ 8,50 a unidade) da cidade. Ele traz bastante cebola no recheio, o que lhe confere um sabor leve e discretamente adocicado. 

Também encontram-se ótimas receitas de quibe no Rosima, no Brasserie Victória e no restaurante Monte Líbano.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s