Pizzarias investem em coberturas veganas

Endereços badalados oferecem opções integrais, sem lactose e livre de derivados animais

Quatro queijos, portuguesa, mussarela, calabresa… Os sabores preferidos do paulistano vêm ganhando nova companhia nas pizzarias. Os menus “entram na linha” ao acolher combinações muito além das clássicas, que agradam sobretudo aos mais rigorosos na escolha do que comem e aos que se veem obrigados a adotar dietas restritivas.

A simples troca da farinha branca pela integral já se tornou opção comum em endereços badalados, como a rede Camelo e, mais recentemente, a veterana Speranza. Sem ingredientes derivados de animais, as coberturas veganas formam outra categoria com cada vez mais adeptos.

Em março, a Galpão da Pizza, na Pompeia, criou uma seção no menu com oito sabores dedicados justamente a esse tipo de consumidor, que já corresponde a 10% da clientela. Pode parecer estranho, mas a cobertura de jaca e alho-poró sobre os discos individuais (40 reais) é um acerto. De cor avermelhada, a “carne” da fruta tem sabor agradável e aparência semelhante à do tomate seco. Vale lembrar que 100 gramas de jaca fresca têm 90 calorias, contra as mais de 600 da nada inocente calabresa.

Nem todas essas pedidas funcionam. No ano passado, a rede 1900 lançou uma opção com mortadela de soja, que não vingou. Desde maio, porém, conserva versões de maior aceitação, como a verdi (palmito, alcaparra e “mussarela” de legumes; 89,80 reais). Esse tipo alternativo de queijo é procurado também por quem tem restrição à lactose.

Na Fior di Grano, uma versão da mussarela de búfala sem lactose pode entrar na margherita por mais 8 reais. Outro sucesso é o disco de massa sem glúten. Na Sala Vip, no Ipiranga e em Moema, depois de diversos testes, a farinha de trigo foi substituída pelo mix das de arroz, mandioca e tapioca e deu numa base fininha. Pela troca, pagam-se 12 reais extras. As atrações da casa incluem ainda a pecora (79 reais), bom sabor sem lactose de queijo de ovelha, tomatinho e abobrinha, que agrada muito mais que a seleção natureba.

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s