Butiques de carnes têm cortes de qualidade embalados a vácuo

Tendência em São Paulo, açougues sofisticados vendem picanha, bife ancho, fraldinha e mais peças para churrasco, além de opções para o dia a dia, temperos e acessórios

Até pouco tempo atrás, comprar uma peça de carne significava ir a um açougue com paredes de azulejos e carcaças penduradas em ganchos. Quase uma raridade na paisagem urbana da cidade, essas casas especializadas perderam espaço para as grandes redes de supermercado a partir da década de 1970.

Nos últimos anos, porém, um novo nicho de mercado se consolidou, o dos açougues gourmets. São butiques modernas, adornadas por geladeiras repletas de filé-mignon, maminha e mais variedades, já limpos, porcionados e embalados a vácuo. “A ideia é vender artigos de excelência, seja para um jantar especial, churrasco ou mesmo para o dia a dia”, diz Danilo Jorge, sócio do Empório No Ponto, em Moema.

 

Lá, ele oferece lagarto, coxão mole moído e em bifes com o selo da Intermezzo Gourmet, distibuidora que abastece a churrascaria Varanda e outros restaurantes, além de linguiças especiais, cervejas importadas e apetrechos para a grelha.

E não é porque esses cortes são considerados menos nobres que a qualidade seja ruim. Nessas lojas, só entram peças extraídas de gado selecionado e abatido ainda novo. “Quem é de primeira ou de segunda é o boi e não a carne”, explica Ricardo Gabriel, dono da Prime Beef, no mesmo bairro.

 

Se a ideia é fazer um jantar especial ou impressionar, porém, opções de cortes diferentes e importados não faltam nessas butiques. Há bife de chorizo, o ancho, carré de cordeiro, costela e até kobe beef, retirado do valorizado gado japonês wagyu. No showroom da Intermezzo Gourmet, inaugurado em dezembro, 1 quilo chega a custar mais de R$ 300,00 conforme o grau de marmorização (quantidade de gordura entremeada à carne). 

Veja abaixo endereços para comprar cortes premium:

2/10
Intermezzo Gourmet (Divulgação / Intermezzo Gourmet (mudou de nome para Varanda Gourmet))
4/10
Dá para ligar e pedir por delivery a carne de sua preferência ou passar na pequena loja para escolher o que está mais bonito e em conta no dia. O preço da picanha — R$ 99,90 o quilo — assusta, mas a qualidade corresponde aos cifrões. Entre as opções com osso, oferece assado de tira […] ( / La Bella Prime)
9/10
Começou com um açougue bem simples, em 1983, no Morumbi. Ao longo de trinta anos, a loja cresceu e hoje ocupa um imóvel de 1 000 metros quadrados. Cerca de 500 variedades de produtos espalham-se pelos congeladores e geladeiras. Considerada uma das melhores carnes do mundo, o kobe beef dá origem a cortes mais caros, […] ( / Sta. Bárbara Central de Carnes)
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s