Os bares de música ao vivo de VEJA COMER & BEBER Campinas 2017

Confira aqui uma seleção dos melhores endereços da categoria.

Confira os 13 melhores bares de música ao vivo publicadas na edição de VEJA COMER & BEBER Campinas 2017/2018, que chegou às bancas no mês de maio/2017:

Bar do Jair: O carro-chefe da casa continua a ser a coxinha de 150 gramas com massa de mandioca e trinta opções de recheio, que vai de R$ 7,90 a R$ 9,90. Entre as mais diferentonas está a de berinjela com catupiry. A porção de torresmo à pururuca (R$ 39,90) faz tabela com as garrafas de 600 mililitros de Amstel (R$ 12,90) e Eisenbahn (R$ 13,90). Rua Eduardo Modesto, 212, Barão Geraldo, ☎19 3308-4825. 18h/1h (fecha de dom. a ter.). Aberto em 1989.

Bar do Zé: A casa se divide em três ambientes. Ao som de pop, rock, jazz e black music, as noites ganham fôlego com o chope Heineken (R$ 8,00). Para comer, há hambúrgueres de  proteína de soja com queijo e salada (R$ 8,00). De quarta a sexta, até as 22 horas, o chope sai por R$ 5,00. Avenida Albino J.B. Oliveira, 1325, Barão Geraldo. ☎ 19 3289-3159. 19h/2h (sáb. a partir das 21h). Aberto em 1999.

Bonjour Barão: Animado por pop rock, o bar serve a costelinha ao barbecue de goiaba acompanhada de onion rings e batata rústica (R$ 39,00). A pedida faz bom par com a caipirinha flamejante, uma mistura de cachaça, abacaxi, limão e açúcar (18,00) ou um dos vinhos da enxuta carta elaborada pela Grand Cru. Rua Ana Maria de Souza, 26, Barão Geraldo, ☎ 19 3201-1011 e 19 99169-0101 (140 lugares). 18h/1h (dom. até 0h; fecha seg.). Aberto em 2016.

Boteco do André: Seja samba, seja MPB, a música ao vivo é atração diária. O escondidinho de abóbora com queijos (R$ 30,00) figura entre os petiscos. Para beber, há caipirosca de frutas vermelhas (R$ 16,90) e cervejas de garrafa (Original, R$ 12,40; Heineken, R$ 12,90). Rua Doutor Heitor Penteado, 1049, Joaquim Egídio,☎ 19 3396-5505. Sex., 18h/21h; sáb. e dom., 12h/21h (fecha de seg. a qui.) Aberto em 2010.

Casa São Jorge: Toca forró às quartas, música internacional às quintas, samba às sextas e aos domingos e MPB aos sábados. O lanche de cupim na brasa com maionese temperada, agrião e pimenta -de-cheiro custa R$ 24,80. Faz caipirinha de limão com melado de cana e cachaça bidestilada por R$ 19,80. Avenida Santa Isabel, 655, Barão Geraldo, ☎ 19 3249-1588, 19h/2h (fecha seg. e ter.). Aberto em 2002.

Casa Rio: Reduto do samba inspirado no Rio de Janeiro, já recebeu apresentações de bambas como Jorge Aragão, Dudu Nobre e de grupos como Casuarina e Demônios da Garoa. Boa parte do cardápio presta tributo a sambistas. O sanduíche zeca pagodinho leva frango grelhado, catupiry, bacon, milho e mussarela (R$ 21,90). No monarco da portela vão filé-mignon, alface, tomate, ovo, presunto e queijo prato (R$ 27,90). Para hidratar, quase ninguém resiste à cerveja Original de 600 mililitros  (R$ 10,90) ou à Serramalte (R$ 13,90). Nos sábados e domingos ainda rola um badalado bufê de feijoada (R$ 34,90 por pessoa). Avenida Antônio Carlos Couto de Barros, 1382, Sousas, ☎ 19 3258-3645 (350 lugares). 19h30/3h (sáb. 11h30/3h; dom. e feriados 11h30/18h; fecha seg. a qua.) Aberto em 2008.

Garage Bar: Recebe apresentações de bandas de rock de quinta a sábado. No menu, constam lanches e porções generosas como o combo garage 1, que reúne camarão, isca de tilápia e provolone à milanesa (R$ 63,90, para três). O drinque mudslaine é uma mistura de vodca, licor Amarula, licor de café e sorvete de creme (R$ 32,90). Avenida Brasil, 1335, Guanabara, ☎ 19 3342-3551. 17h/1h (fecha seg. e dom.). Aberto em 2016.

Grainne’s Irish Pub: O pub de inspiração irlandesa se divide em dois. O salão de baixo, apelidado de Rock and Road, é decorado com quatro motocicletas, entre as quais uma Ducati 1199 Panigale S Senna, que está pendurada no teto. É ali que a clientela se aglomera no começo da noite para tomar um chope Guinness ou London Pride (R$ 28,50 cada um, o pint) ou, ainda, um dos bem executados drinques da carta. O jasper lemonade combina Jack Daniel’s, licor triple sec, sour mix e soda (R$ 25,00); o pearl mistura tequila El Espolón Blanco, grenadine, suco de morango e calda de cereja (R$ 26,00). Para aplacar a fome, há sanduíches caprichados, entre eles o de pastrame com queijo tulha, rúcula, tomate seco e azeitona preta no pão italiano (R$ 40,00). Conforme a noite avança, o público tende a migrar para a área de cima, animada por bandas ao vivo de terça em diante, a partir das 21 horas. Afixadas numa parede, duas guitarras assinadas pelos roqueiros americanos Bruce Julick e Paul Gilbert, que já se apresentaram no local, dão uma pista de qual é o gênero que mais se ouve por ali. O espaço superior também é conhecido por atrair solteiros empenhados em sair dali acompanhados. Quer pretexto melhor para engatar uma conversa ao pé do ouvido do que rock and roll a todo o volume? Rua Padre Almeida, 170, Cambuí, ☎ 19 3251-4424 (590 lugares). 17h30/23h (qua. até 0h30; qui. a sáb. 12h/1h30; dom. 12h/23h). Aberto em 2009.

 Iff!: Há bandas de sertanejo e samba, DJs que disparam hits eletrônicos e rock como som  ambiente. A carta de drinques contempla clássicos como o negroni (R$ 30,00) e coquetéis autorais. O cardápio de petiscos engana bem a fome com opções como a tábua de frios (48,00). Hotel Vitória, Cambuí, ☎ 19 3755-8027. Qui. a sáb., 21h/3h. Fecha de seg. a qua. e dom. Aberto em 2011.

Jimmy Rocker: Rock clássico dos anos 80 e 90 embala as noites de quinta a sábado. Do menu, o hambúrguer com cheddar, bacon e cebola frita no molho inglês é servido com batata frita por R$ 29,00. A sugestão faz bom par com a long neck Heineken (R$ 9,00). Avenida Andrade Neves, 2042, Castelo, ☎ 19 2519-1631. 20h30/3h (qui. até 1h; fecha de seg. a qua. e dom.). Aberto em 2015.

Lado B: Tem rock ao vivo às sextas e aos sábados e karaokê com banda às quartas, mas a principal atração são os vinte bicos de chopes paulistas. Apenas dois da Bamberg são fixos: o pilsen (R$ 6,50) e o weizen (R$ 7,00). Entre os comes, há um ceviche de peixe branco com camarão por R$ 43,80, em porção suficiente para dividir com os amigos. Avenida Albino José Barbosa de Oliveira, 1240, ☎ 19 3249-0014. 12h/1h (seg. até 15h; dom. até 16h.). Aberto em 2016.

Nyx Café Bar: Além do rock, a casa cede espaço para o sertanejo, às sextas, e o pagode, que rola nas noites de quinta, sábado e domingo. Na hora da fome, pode-se recorrer à porção de tiras de frango (R$ 32,00). Em garrafa, a cerveja Brahma custa R$ 12,00. Avenida Brasil, 1059, Guanabara, ☎ 19 99237-6622 (400 lugares). Qui., 20h/3h; sex. 22h/1h; sáb. 16h/2h; dom. 18h/3h (fecha de seg. a qua). Aberto em 2015.

Tonico’s Boteco: O amplo casarão tombado pelo patrimônio histórico recebe num dia uma roda de samba de partido-alto, no outro uma banda cover do Rod Stewart, num terceiro um conjunto de black music… e por aí vai. As apresentações começam por volta das 20h e o couvert artístico oscila de R$ 10,00 a R$ 20,00. A plateia costuma acompanhar os shows bebendo chope da cervejaria Bamberg, de Votorantim — o pilsen e o de trigo custam R$ 5,90 cada um. Para matar a fome, a melhor pedida é o sanduíche que combina lombo, salame, presunto, rosbife e provolone (R$ 26,90). Rua Barão de Jaguara, 1373, centro, ☎ 19 3236-1664 (240 lugares). 11h30/1h30 (fecha dom.). Aberto em 1996.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s