Os campeões de happy hour de VEJA COMER & BEBER Campinas 2017

Confira os três primeiros colocados da categoria

1º lugar 

Giovanetti: Eis um bar que definitivamente não aparenta a idade que tem. Fundado em 1937, o Giovannetti até conserva aqui e ali resquícios de outros tempos, como os ventiladores de cobre e as peças de frios penduradas sobre o balcão. Mas as paredes azulejadas branquinhas e as mesas de madeira não devem nada às de botequins que mal saíram das fraldas. Repaginado no começo do ano, o cardápio privilegia aperitivos que hoje fazem enorme sucesso entre o público jovem, caso do ossobuco de vitelo (R$ 25,00) e do bolovo (R$ 7,50), servido aqui com a gema mole. Mas os tradicionalíssimos sanduíches da casa continuam listados. O psicodélico é feito com mussarela, salsichão com picles, lombo cozido, salsichão lionês, mortadela, rosbife, presunto, tomate e (ufa!) azeitona preta (R$ 28,50). Vem no pão francês e é cortado em formato de boca de anjo — ou em pedacinhos pequenos, para quem não é da cidade. Os famosos salgados também foram mantidos, como a empanada de palmito ou frango, batizada de engrenagem (R$ 4,50), e o croquete de carne, apelidado de rolha (R$ 5,00). Na seara etílica, o chope Brahma mantém-se soberano (R$ 10,50 a caneca; R$ 8,50 a tulipa). Mas é cada vez maior a saída de drinques agora tidos como moderninhos, a exemplo do negroni (R$ 26,00) e do aperol spritz (R$ 24,00). Rua General Osório, 1059, centro, ☎ 19 3231-2830 (60 lugares). 9h/0h (qui. a sáb. até1h). Aberto em 1937. Mais dois endereços.

2º lugar

Boteco São Bento: Enorme e com pé-direito altíssimo, igual ao das duas unidades paulistanas, a filial de Campinas é ideal para visitar num dia de calor — é bom chegar cedo para conseguir um lugar na disputada varanda. As conversas são movidas principalmente a chope Brahma (R$ 6,99) e caipirinhas com cachaça (R$ 25,00), saquê (R$ 26,00) ou vodca (R$ 29,90), preparadas com sorvetes e frutas. Para mastigar, a clientela costuma dar preferência ao canapé de carpaccio (R$ 35,90) e à porção de pastéis de carne e queijo (R$ 30,90). Rua Doutor Emílio Ribas, 619, Cambuí, ☎ 19 3259-1674 (280 lugares). 17h/0h (sex. até 1h30; dom. e feriados 12h/23h). Aberto em 2008.

3º lugar

Coronel Mostarda: É uma tradicional casa campineira, bem movimentada durante a happy hour. A animação ganha fôlego com o drinque de gim Beefeater, hortelã e Red Bull Silver (R$ 27,90) e o chope Brahma (R$ 7,90, 300 mililitros). Para aplacar a fome, há espetinhos de filé à parmegiana (R$ 44,50) ou de minicafta, servidos no palito de pau de canela (R$ 42,50, seis unidades). Entre os pratos mais reforçados, o filé do coronel apresenta um medalhão de filé-mignon flambado no conhaque valorizado por molho de mostarda com arroz e batata frita (R$ 51,50). Rua Padre Almeida, 199, ☎ 19 3254-5435. 17h30/4h (dom. até 1h; ter. e qua. até 2h; fecha seg.) Aberto em 1997.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s