Varandas ganham destaque em novos apartamentos

Os chamados terraços gourmets são cada vez mais comuns nos lançamentos de edifícios

Pequenas áreas externas que apenas descortinam uma vista bonita ou comportam pouco mais que uma rede deixaram de ser o foco do mercado imobiliário. Nos últimos tempos, as sacadas ganharam (literalmente) terreno nos prédios recém-lançados, com metragem maior e incrementos que as alçarama o status do chamado terraço gourmet, termo já consolidado pelo setor. Trocaram, assim, a função de cômodos secundários pela de espaços multiuso e, não raro, são o centro das atenções das propriedades.

O empresário Paulo Barretos e mudou há cinco meses com sua mulher, Sueli, e os dois filhos, José Henrique, 19 anos, e João Paulo, 16, para um apartamento de 1 milhão de reais na Vila Carrão, na Zona Leste. Sua varanda de cerca de 30 metros quadrados conta com adega, churrasqueira, frigobar, sofás, televisão, ar-condicionado e até lareira a gás. “Teria pensado duas vezes antes de fechar o negócio se esse espaço não existisse”, diz ele, que investiu 40.000 reais para equipá-lo. “Adoramos tomar café da manhã aqui e fazer churrasco para os amigos.”

Engana-se quem pensa que os terraços gourmets aparecem somente em empreendimentosde alto luxo. Batizado de London-SP Residence, um edifício da construtora Even localizado na Rua da Consolação começará suas obras em breve. Ele oferece, entre outras opções, a oportunidade de adquirir um studio de 35 metros quadrados por 434.500 reais. Nele, a sacada ocupa 8 metros quadrados, ou seja, quase 25% da planta. Dos dezessete condomínios lançados pela empresa no ano passado, oito tinham a tão sonhada varanda.

O aumento da demanda está movimentando também os negócios de empresários que prestam serviços e fornecem produtos a esse mercado. Eles viram o faturamento aumentar substancialmente nos últimos anos. É o caso de Maria do Carmo Savioli, que projeta e instala balcões refrigerados parecidos com armários. Ela também comanda um blog sobre o assunto, batizado de Varandas Gourmet. De 2011 para 2012, a quantidade de trabalhos em seu currículo passou de 35 para noventa.

+ Conheça outros espaços interessantes nos novos condomínios

Algo semelhante aconteceu com Antonio Araujo Junior, dono do Varanda Gourmet, negócio lançado há dois anos para vender grelhas sob medida, facas e tábuas. Em um ano, o número de contratos mensais fechados por ele saltou de quinze para trinta. O engenheiro civil Ricardo Machado detesta fazer churrasco em casa, mas nem por isso dispensou o espaço. Em uma reforma recente no seu apartamentono Morumbi, aboliu a grelha e deu cara nova a seu amplo terraço de 70 metros quadrados. A solução foi transformar o balcão em uma extensão das salas de jantar e estar. “Igualei os pisos entre os cômodos e coloquei adega, frigobar, televisão e equipamento de som ambiente”, conta. “Consegui, com isso, um aposento integrado de quase 170 metros quadrados.”

Varandas - Terraços gourmet - Ricardo Machado

Varandas – Terraços gourmet – Ricardo Machado

Ali, ele gosta de ouvir rock nacional, abrir um bom vinho e saborear, em lugar das carnes grelhadas, uma bacalhoada ou um cordeiro. É fato que muitas construtoras já optavam por incluir varandas nos seus projetos, uma vez que, por não serem fechadas com paredes, elas frequentemente são áreas não computáveis pela prefeitura, o que ajuda a aproveitar melhora metragem de construção permitida. “O principal motivo do crescimento, porém, é a própria procura dos consumidores”, explica Gabriela Sayd, arquiteta da incorporadora Kallas. “Eles querem ter seu próprio ‘quintal’ no prédio.”

Com a nova onda, percebe-se, aos poucos, também uma mudança na fachada de muitos edifícios. Basta olhar para o alto e ver como a maioria das sacadas está protegida por vidros, que bloqueiam a chuva e o vento e deixam os cômodos mais agradáveis. O valor por metro quadrado para a instalação gira em torno de 500 reais. Vale lembrar que, antes de fazer a obra, é necessário entrar em contato com os moradores do condomínio para verificarse aceitam a mudança do visual e decidir qual será o padrão da proteção.

 

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s