Tribunal mantém prisão de dois executivos da Odebrecht

Rogério Santos de Araújo e César Ramos Rocha foram detidos durante a nova fase da operação Lava-Jato

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região rejeitou o pedido de habeas corpus para dois executivos da Odebrecht, Rogério Santos de Araújo e César Ramos Rocha, presos em caráter preventivo pela Erga Omnes, nova etapa da operação Lava-Jato.

+ Funcionários usam as redes sociais para apoiar a Odebrecht

A decisão é do desembargador João Pedro Gebran Neto, relator na corte de segunda instância das ações sobre corrupção na Petrobras – para o tribunal são dirigidos os habeas corpus contra decisões de primeiro grau, a Justiça Federal de Curitiba, base da Lava-Jato.

+ Lava-Jato: quem são e quanto cobram os defensores dos investigados

A Odebrecht nega envolvimento com o suposto cartel de empreiteiras em contratos da Petrobras e também afirma que nunca pagou propinas. A defesa dos executivos pode recorrer.

+ Confira as principais notícias da cidade

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s