Tribunal de Justiça aluga prédio nos fundos do castelinho Conde de Sarzedas

Os fundos do centenário castelinho Conde de Sarzedas, construído pelo fidalgo Luiz de Lorena Rodrigues Ferreira no centro da cidade, ganharam um arranha-céu moderno. Projetado pelo arquiteto Ruy Ohtake e inaugurado em dezembro, o edifício espelhado de 26 andares – além do térreo e de quatro subsolos – pertence à Fundação Carlos Chagas e foi alugado ao Tribunal de Justiça por quase 700.000 reais ao mês. Ali, a duas quadras da Praça João Mendes, deverão funcionar 133 gabinetes de desembargadores do estado e 24 de juízes substitutos. Os planos para o castelo ainda são incertos. Cogita-se a possibilidade de que ele abrigue parte do acervo do Museu do Tribunal de Justiça (Tel. 3105-7533).

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s