Travessia aérea sobre o Rio Tietê vai virar documentário

Piloto percorreu 1 100 quilômetros a bordo de um paramotor em dezoito dias de viagem

Um voo de 1 100 quilômetros sobre a extensão completa do Rio Tietê. Foi o que fez o piloto Lu Marini, a bordo de um paramotor — espécie de parapente motorizado — durante dezoito dias. A aventura começou na nascente, em Salesópolis, em 20 de agosto, e terminou em Itapura, a 660 quilômetros da capital, em 7 de setembro.

+ Cresce o número de testamentos emitidos em São Paulo

+ Centro vira inspiração para marca de roupas

+ Aplicativo associa músicas a lugares da cidade

Durante o trajeto por 62 municípios, ele registrou belas imagens, que serão usadas para a produção de um documentário, um livro e uma cartilha infantil, com lançamento previsto para o começo do ano que vem. Marini tem outras viagens de paramotor no currículo: em 2013, percorreu os 4 000 quilômetros da Rodovia Transamazônica, na Região Norte.

OS DETALHES DA EXPEDIÇÃO:

– 2 horas de voo diário

– 3 a 400 metrosde altura do solo

– 50 quilômetros por hora de velocidade média

– 40 pousos durante a jornada

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s