Travessa da Vila Madalena se transforma após reforma

Viela Tim Maia, conhecida por seus grafites, está repaginada para facilitar a passagem de pedestres

Toda cidade tem aquele lugarzinho especial, meio escondido, que só quem mora por perto ou caminha a pé por ali conhece. Assim é a Travessa Tim Maia, uma joia da cidade de São Paulo, entre as ladeiras da Vila Madalena. Muito mais do que uma simples travessa, usada para chegar à estação de metrô, a viela é uma verdadeira galeria a céu aberto, que vai cortando o bairro com escadarias charmosas cheias de arte urbana. O espaço reúne grafites de tantos estilos e cores que dá até para esquecer que se está descendo ou subindo escadas.

Grafites estampam os muros da travessa (André Murched/Abril Branded Content)

Mas nem sempre a Travessa Tim Maia foi assim. Até o fim do ano passado, era um local degradado. “Era meio perigoso andar ali, além de ser cansativo subir a ladeira, já que não havia os degraus”, lembra Luciana Gonçalves, moradora do bairro. Foi então que a incorporadora Idea!Zarvos, conhecida por seus edifícios com arquitetura autoral, em parceria com a prefeitura, iniciou uma reforma do local. O objetivo era facilitar a circulação dos pedestres e dar vida nova a esse canto único da Vila.

Confira algumas etapas da reforma:

O projeto arquitetônico foi uma doação do arquiteto Isay Weinfeld, que, com a Idea!Zarvos, transformou completamente o lugar. A ladeira, que antes era asfaltada, ganhou degraus nos 220 metros do seu trecho mais íngreme, que vai da Rua Fradique Coutinho à Rua Senador Cesar Lacerda Vergueiro. “Está bem diferente agora, todos que passam por ali estão felizes com a reforma. Fez diferença no nosso dia a dia!”, observa Luciana.

A iniciativa também previu a instalação de corrimãos para auxiliar quem vai em direção ao metrô Vila Madalena e, principalmente, as mães que passam pela via para ir à Escola Olavo Pezzoti, que fica ao lado. O projeto também priorizou a melhoria da segurança, aprimorando a iluminação e implementando uma lombofaixa (lombada na faixa de pedestres) na Rua Girassol.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s