Transexual vai desfilar vestida de militar na parada LGBT

Viviany Beleboni, que causou polêmica ao aparecer crucificada em 2015, desta vez protesta contra o preconceito no mercado de trabalho

Por volta das 13h deste domingo (18), a artista transexual Viviany Beleboni subirá no último carro da 21ª edição da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo. Neste ano que o evento debate o tema “estado laico”, ela virá vestida de militar na Avenida Paulista (em um uniforme estilizado pelo designer Frederico Martins), com cartazes ironizando os presidentes Donald Trump, Vladimir Putin e a polêmica de uma ditadura brasileira. Além disso, vai segurar uma bazuca, que vai atirar flores. “Representa paz e união”, diz Viviany.

Desde 2015, quando surgiu crucificada, a artista provoca discussões com suas performances no desfile.”Meu objetivo não é polemizar, mas discutir o preconceito em organizações e o mercado de trabalho para as travestis, muito restrito”, diz Viviany.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s