Taxistas faturam com Lei Seca

A polêmica lei que prevê prisão para o motorista que for flagrado com mais de 0,6 grama de álcool por litro de sangue agradou aos taxistas paulistanos. Segundo a Associação das Empresas de Táxi de Frota do Município de São Paulo (Adetax), o faturamento noturno da categoria aumentou 25%. “Levei gente que tomava táxi pela primeira vez para ir à balada”, afirma o taxista Jurandir Alves da Silva. “Foi ótimo para o nosso bolso.”

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s