Suspeito de empurrar mulher nos trilhos do metrô é preso

Alessandro Souza Xavier foi detido no sul de Minas Gerais; vítima segue internada na Santa Casa

Foi preso na madrugada desta sexta-feira (28) em Extrema, no sul de Minas Gerais, Alessandro Souza Xavier, 33. Ele é suspeito de ter empurrado a auxiliar administrativa Maria da Conceição Oliveira, 27 anos, nos trilhos da plataforma de embarque da estação da Sé na última terça-feira (25). Segundo familiares, Xavier sofre de esquizofrenia e tem surtos psicóticos com frequência.

 

O delegado Oswaldo Nico Gonçalves, que investiga o caso, afirmou que o próprio irmão do suspeito confirmou a identidade do suspeito. Casado com a vítima, Kléber Siqueira, 44 anos, está aliviado com a prisão. “Espero que a justiça seja feita.”

Ao chegar no Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), Alessandro afirmou que queria se vingar do “mal” que a sociedade lhe fez e que não se arrepende de ter empurrado Maria nos trilhos. “Isso é revoltante”, comentou Ana Lívia de Souza, prima que tem acompanhado Maria durante a internação na Santa Casa, na Vila Buarque. “Eu não tenho palavras para expressar o que estou sentindo neste momento.” 

 

Surpresa

Maria Oliveira aguardava o trem que seguia sentido Corinthians-Itaquera na plataforma da estação da Sé, às 7h16, quando o homem a empurrou. Ela foi atropelada, teve ferimentos nas costelas, na coluna e precisou ter o braço amputado. Era o dia de seu aniversário.

Segundo o irmão da vítima, Bruno Oliveira, a mulher não costumava andar de metrô. No dia do acidente, ela optou pelo tranporte por estar atrasada para o trabalho. Maria planejava comemorar o aniversário em um samba na Vila Guilherme, onde mora, com os amigos na noite do crime.

maria-conceição

maria-conceição

Na tarde desta sexta (28), ela será operada na coluna, para reparar um dos ferimentos causados pela queda. A vítima está internada na UTI da Santa Casa de Misericórdia, na Vila Buarque.

De acordo com familiares, Maria está bem, conversa e tenta confortar os que a visitam. “Ela está sendo muito forte, é uma guerreira”, comentou a mãe, Maria das Neves Oliveira, 47 anos. “Foi uma maldade muito grande, não dá para entender.”

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s