Silêncio no ar

Com tecnologia da Boeing que diminui o ruído na cabine, o helicóptero MD Explorer vem disputar o espaço aéreo paulistano

A partir deste mês, o biturbina MD Explorer passa a disputar preferências em São Paulo, cidade que ganhou 159 novos helicópteros em 2011. Trata-se do modelo top de linha da americana MD Helicopters, fundada em 1955. Ele custa 6,2 milhões de dólares, na versão básica, voa a 252 quilômetros por hora e concorre com o Agusta A109 Grand New, da AgustaWestland, e com o Bell 429, da Bell Helicopter. Para entrar na guerra, a MD quer vender o silêncio. Para isso, substitui a barulhenta hélice traseira, responsável pela estabilidade dos helicópteros, por um sistema de propulsão a ar licenciado pela Boeing com exclusividade para a empresa. O modelo emite 86,8 decibéis, contra 90 (pense na Avenida 23 de Maio em horário de pico) de seus pares. Parece pouco. Mas a diferença é suficiente para os passageiros dispensarem fones de ouvido em pleno voo. Quem quiser mais silêncio poderá optar pelo revestimento acústico da cabine. “Os brasileiros agora buscam mais do que aeronaves velozes. Querem conforto no ar”, diz Roberto Zuccolo, diretor de novos negócios do Helicentro, distribuidor da MD Helicopters no país.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s