São Paulo ganha museu de arte urbana a céu aberto

Artistas fizeram 66 painéis em pilastras na Avenida Cruzeiro do Sul, em Santana

Em abril deste ano, 11 grafiteiros foram presos enquanto pintavam pilastras da Avenida Cruzeiro do Sul, em Santana. Após a detenção, a Secretaria do Estado da Cultura decidiu dar autorização para que os artistas fizessem intervenções por ali, o que resultou no primeiro Museu Aberto de Arte Urbana de São Paulo (MAAU).

+ Museu do Minhocão reúne grafites em espécie de galeria virtual

+ Doze museus curiosos em São Paulo

+ Projeto Quixote cria “viciados” em grafite

Foram pintados ao todo 66 painéis nas 33 pilastras que ficam entre as estações de metrô Tietê e Santana. Os trabalhos estão sendo produzidos por membros do “Coletivo PHA”, entre eles os grafiteiros Chivitz, Binho Ribeiro, Akeni, Minhau e Presto.

O projeto pretende revitalizar a área e incentivar o interesse dos jovens pela arte. Para isso, os responsáveis pelas intervenções darão orientação a membros das escolas da região, para enfatizar a importância do grafite também na educação da garotada.

 

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s