Santa Luzia ainda tem caderneta

Em 1926, quando foi fundada pelo português Daniel Lopes, a Casa Santa Luzia ficava na esquina da Rua Augusta com a Oscar Freire. Na época, as compras dos clientes mais fiéis eram anotadas em uma caderneta e pagas no fim do mês. Há 25 anos, a loja se mudou para a Alameda Lorena, também nos Jardins, e atualmente recebe 4 000 pessoas por dia. Cerca de sessenta paulistanos – em sua maioria, descendentes dos primeiros fregueses – ainda compram no esquema da “caderneta”, hoje informatizada pelo sofisticado supermercado octogenário.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s