Unidos de Vila Maria

A indústria que manipula o ferro é mãe de todas as outras

Compositores: Minho, Xandão e Marcinho

Vim do céu

Riscando de luz

Num raro esplendor

Fonte essencial pra vida

Dádiva do criador oo

Hoje a vila forte unida

Funde o precioso mineral

Com a magia do carnaval

Crenças lendas

Jorrei dos vulcões

To na lança do santo cavaleiro

Também fui sagrado

Pra antigas civilizações

Guerreei tantos povos dominei

A nobreza conquistei

Acendia

A chama da siderurgia

E assim a modernidade chegou

O velho mundo anunciou

A revolução industrial

Na ferrovia eu vou

Trilhando ao progresso

Arquitetando transformações

Abençoado brasil

Sou um tesouro em teu chão

Afinal minha grandeza é mundial

O ferro em expansão

Te leva nessa emoção

Sou felicidade eu sou

Energia

Pulsa coração de aço

No compasso da Vila Maria

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s