Roteiro ‘Comer & Beber’: Goiânia

Saiba o que há de melhor na gastronomia da cidade

A 7ª edição de VEJA GOIÂNIA “Comer & Beber” relacionou 386 endereços entre restaurantes, bares e casas de comidinhas. Confira abaixo algumas sugestões, das três categorias, para não errar na hora de escolher aonde ir:

+ Conheça o roteiro de outros destinos brasileiros

RESTAURANTES


La Pasta Gialla

Antes de completar um ano, a unidade goiana da grife criada em São Paulo pelo chef Sergio Arno chega ao título de O Melhor Italiano. Na decoração, as sócias Adriana e Mariana Lira capricharam: a casinha de tijolos à vista e janelas pintadas de azul-turquesa abriga móveis rústicos e muita madeira de demolição trazida da fazenda da família, localizada em Terezópolis de Goiás.


Kabanas

Autodidata, o cearense Geraldo de Sousa é daqueles cozinheiros que trabalham nos bastidores, mas também gostam de dar atenção aos clientes no salão. Estabelecido em Goiânia há cinco anos, ele comanda uma equipe de dezesseis funcionários. Eleito o chef do ano pela terceira vez em 2010, Sousa agrega no cardápio do Kabanas receitas das cozinhas tradicionais da França e da Itália com sugestões regionais.

+ Natural de Goiânia, a atriz Carolina Ferraz relembra sua vinda a São Paulo

+ Dicas de segurança antes de viajar

BARES


Bolshoi Pub

Fotos de bandas, pôsteres autografados e bandeiras de vários países compõem a decoração do espaço, um clássico que chega ao quarto título seguido na categoria. Em dois ambientes, antigas poltronas de ônibus cumprem a função de cadeiras. Na pista, o estiloso palco vintage com cortinas vermelhas recebe bandas de blues, jazz, pop e rock.


Gloria

Piso quadriculado e paredes de azulejo decoradas com fotos de jogadores e clubes de futebol marcam a decoração do bar, que se inspira nos antigos botequins cariocas. O nome também remete a um famoso bairro do Rio de Janeiro. A programação musical inclui roda de samba aos sábados, das 2 às 6 da tarde, e gafieira nas noites de domingo.

COMIDINHAS


Frutos da Terra

Desde maio de 2010, a loja do Setor Oeste passou a funcionar em outro ponto da Avenida Perimetral, quase em frente ao antigo endereço. Nessa nova construção, climatizada e com arquitetura moderna, assim como na unidade do Setor Bueno, o típico petisco da culinária goiana mantém-se em alta. Enrolada na palha, a pamonha conquista pela sexta vez o prêmio de melhor da cidade.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s