Rochelle Costi sozinha na Bienal

A artista plástica passou duas semanas sozinha no Pavilhão da Bienal para montar seu trabalho

A artista plástica Rochelle Costi criou uma exposição para chamar de sua. Mesmo. Durante duas semanas, sozinha dentro do Pavilhão da Bienal, ela montou uma série de intervenções no prédio — a casa da imagem acima, por exemplo, e uma escada de corda pendurada do último andar até o chão. Em seguida, ela fotografou tudo para uma série de doze trabalhos que exibirá na 29ª Bienal de Arte, em setembro. Será sua segunda participação (a primeira foi na de 1998). “Queria criar lembranças de uma coisa que nunca existiu”, afirma, no melhor estilo viajandão da turma que circula pelas galerias paulistanas.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s