Restaurantes e bares da mexicanos reinventam seus cardápios

Pelo menos cinco estabelecimentos abriram as portas em São Paulo, todos com cardápios diferentões

Quando restaurantes e bares mexicanos começaram a aparecer com mais intensidade por aqui, no início da década de 90, muitos paulistanos aprovaram. Nachos, tacos e burritos viraram moda. Com o tempo, a novidade foi assimilada pela clientela e se transformou em apenas mais uma das inúmeras opções gastronômicas de São Paulo. Nos últimos sete meses, no entanto, os fãs dessa culinária tiveram motivos para comemorar. Pelo menos cinco estabelecimentos abriram as portas, todos com cardápios diferentões. “As inovações nas receitas são uma adaptação ao paladar brasileiro”, afirma Joaquim Saraiva de Almeida, diretor da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). “Os pratos vêm com cada vez menos pimenta.”

Entre setembro e outubro, Eli Abada, um dos sócios do já conhecido El Kabong, inaugurou duas casas do gênero, em Higienópolis e no Itaim Bibi. Batizadas de Sí Señor, elas seguem a linha para lá de informal e contam com receitas curiosas, como, por exemplo, o guacamaki. Inspirado no temaki japonês, o prato vem com dois cones de tortilha de trigo recheados de cogumelos, legumes, carne ou frango, guacamole, creme azedo e arroz com salsa (24 reais). “Nossa idéia é fugir um pouco do tex-mex (a versão americanizada e cheia de queijo), fórmula usada em quase todos os concorrentes”, conta o gerente-geral, José Augusto Keunecke.

As mudanças não são apenas na cozinha. Três das casas recém-inauguradas – Burriteria, no Itaim Bibi; Tollocos, na Consolação; e Chiuaua Texmex, em Cerqueira César – apostam no serviço de fast-food. “Sentia que a cidade tinha uma carência de bares mexicanos baratos”, diz um dos proprietários do Chiuaua Texmex, André Perlatti. “Queremos ser o McDonald’s apimentado.” Lá, o pedido é feito no balcão. Há combinados a partir de 13,90 reais, que chegam às bandejas em menos de dois minutos. Tacos não passam de 3 reais. Para se diferenciar ainda mais, os burritos da Burriteria e do Tollocos ganham recheios como peito de peru, calabresa e picanha. No cardápio aparecem até receitas doces. “Nosso Nutella com morango e suspiros é um grande sucesso”, afirma Paulo Eduardo Niccoli, sócio do mexicano do Itaim Bibi.

Burriteria, Avenida Faria Lima, 3179, Itaim Bibi, tel: 3073-0020.

Chiuaua Texmex, Rua da Consolação, 2731, Cerqueira César, tel: 3085-2408.

Sí Señor, Rua Armando Penteado, 18, Higienópolis, tel: 3822-0150;

Rua Doutor Renato Paes de Barros, 682, Itaim Bibi, tel: 3476-8018.

Tollocos, Rua Augusta, 1524, Consolação, tel: 3283-1620.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s