Relíquias de Raul Seixas na garagem de Sylvio Passos

Anda movimentada a garagem que o produtor cultural Sylvio Passos (foto) transformou no maior acervo de relíquias do cantor Raul Seixas (1945-1989). Dezoito pessoas da produção do longa-metragem O Início, o Fim e o Meio, de Walter Carvalho e Evaldo Mocarzel, têm filmado várias cenas na discreta casa da Saúde. “Minha coleção tem mais de trinta anos”, orgulha-se Passos, fundador do Raul Rock Club, fã-clube que tem quase 100?000 associados. Lembrado na última sexta (21), o aniversário de vinte anos da morte do roqueiro baiano, que morou em São Paulo de 1981 a 1989, fez os escritos, gravações e objetos ser requisitados até por pesquisadores estrangeiros. “Um dia tudo isso vai virar um memorial.”

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s