Pro Matre Paulista abre novos apartamentos

Capacidade da maternidade será ampliada de 803 para 1.000 partos por mês

Às 10h45 do dia 4 de outubro de 1936, o médico Alvaro Guimarães realizou o primeiro parto da recém-inaugurada Pro Matre Paulista. O episódio teve a cobertura que merecia: o choro da menina Lucina Myrian Tolosa foi transmitido ao vivo pela então Rádio Difusora de São Paulo.

Até hoje, cerca de 300.000 paulistanos nasceram na maternidade. O número representa uma média de 4.000 crianças por ano, 333 por mês, onze por dia, ou uma a cada duas horas. Neste sábado (9), com a abertura de mais dezessete apartamentos, a capacidade de atendimento será ampliada dos atuais 830 para quase 1.000 partos por mês.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s