‘Louça Paulista’ conta história da primeira fábrica de porcelana em SP

Livro reúne mais de 200 imagens, que ilustram a trajetória da indústria de peças finas entre 1913 e 1940

Foi no ano de 1913 que a primeira fábrica de louças se instalou na capital. Batizado de Santa Catharina (foto), o galpão industrial de 15 000 metros quadrados ficava no bairro da Água Branca. Mais de 1 000 operários trabalhavam na produção de vasos a aparelhos para chá e café. Em 1927, a empresa foi incorporada pelas Indústrias Reunidas Francisco Matarazzo. A história desta e de outras onze fábricas de porcelana da Grande São Paulo é contada no livro Louça Paulista (Editora Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 292 páginas, R$ 75,00), de José Hermes Martins Pereira, com lançamento previsto para este domingo. Mais de 200 imagens ilustram a trajetória da indústria de peças finas entre 1913 e 1940.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s