“O Jardim” e “Luis Antonio – Gabriela” vencem Prêmio Shell

Evento ocorreu na noite de ontem (20) no Jardim Paulista

Após levar os prêmios de melhor autor e cenário — para Leonardo Moreira (ganhador também em 2011, com “Escuro”) e Marisa Bentivegna — a peça “O Jardim” consagrou-se como grande vencedora da 24ª edição do Prêmio Shell de Teatro, na noite de ontem (20). Nelson Baskerville ficou com a estatueta de melhor direção por seu trabalho em “Luis Antonio – Gabriela”.

+ “O Jardim” apresenta três tramas encenadas simultaneamente

+ “Cine Camaleão – A Boca do Lixo” reestreia com três indicações ao prêmio Shell

Com apresentação de Luciano Chirolli, a cerimônia de entrega ocorreu em um pequeno espaço no Jardim Paulista, por volta das 21h30. Entre sete mesas que receberam alguns destaques dos palcos em 2011, a mais assediada foi a de Claudia Raia, que acompanhava o namorado e parceiro de cena, Jarbas Homem de Mello, indicado a melhor ator pela peça “Cabaret”.

+ Jarbas Homem de Mello é o mestre do “Cabaret”

Jarbas perdeu para Rodrigo Bolzan, de “Oxigênio”. Na categoria melhor atriz, Roberta Estrela D’Alva, de “Orfeu Mestiço – Uma Hip-Hópera Brasileira”, superou Lavínia Pannuzio, que, além de concorrer com dois espetáculos, “A Ilusão Cômica” e “A Serpente no Jardim”, foi elogiada por ambos os colegas vitoriosos. “Te amo, Lavínia”, disse Bolzan, emocionado com a conquista.

Melhor diretor, Baskerville lembrou do irmão, inspiração para a elogiada “Luis Antonio – Gabriela”. “Resolvemos fazer essa peça após ouvir um monte de besteiras que diziam por aí sobre transexuais. Decidimos tirar essa lona pesada que se jogou sobre o assunto.”

Lavínia Pannuzio - Prêmio Shell

Lavínia Pannuzio – Prêmio Shell

Confira abaixo a lista com todos os vencedores

Autor

Leonardo Moreira, por “O Jardim”

Atriz

Roberta Estrela D’Alva, por “Orfeu Mestiço – Uma Hip-Hópera Brasileira”

Ator

Rodrigo Bolzan, por “Oxigênio”

Direção

Nelson Baskerville, por “Luis Antonio – Gabriela”

Música

Gregory Slivar, por “Prometheus – A Tragédia do Fogo”

Iluminação

Rodolfo García Vázquez e Leonardo Moreira Sá, por “Cabaret Stravaganza”

Figurino

Joana Porto, por “O Idiota – Uma Novela Teatral”

Cenário

Marisa Bentivegna, por “O Jardim”

Categoria Especial

Grupo Tapa pela defesa da política de repertório no projeto “O Repertório de Verão, Grupo Tapa e Cia.”

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s