Polícia expulsa grupo acampado perto da casa de Temer em SP

Ao menos 150 pessoas ligadas ao MTST haviam se instalado nas proximidades da residência do presidente em exercício na noite de domingo 

A Polícia Militar expulsou os manifestantes acampados perto da casa do presidente em exercício Michel Temer em São Paulo na madrugada desta segunda (23). A corporação utilizou jatos de água e bombas de gás lacrimogêneo para dispersar o grupo de cerca de 150 pessoas liderado pelo Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto (MTST). 

Os manifestantes decidiram montar barracas próximo à residência de Temer, no Alto de Pinheiros, após uma passeata desde o Largo da Batata, a quase três quilômetros do endereço do peemedebista, na tarde deste domingo, 22. Eles protestavam contra a decisão do governo de suspender novas contratações do programa “Minha Casa, Minha Vida”.

Segundo o MTST, a ação da polícia foi desproporcional ao protesto, que estava pacífico, afirma. A reportagem procurou a PM para comentar o assunto, mas ainda não conseguiu contato.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s