Polícia acaba com o “feirão” de drogas em ação na Cracolândia

O prefeito João Doria anunciou também o fim do programa Braços Abertos, uma de suas promessas de campanha

Na manhã deste domingo, 21, a Polícia Civil iniciou uma grande operação para tentar desmantelar o tráfico de drogas na Cracolândia. Cerca de 500 agentes de segurança estão envolvidos na ação. Uma bomba foi usada para abrir espaço na zona de concentração de viciados e as barracas onde ocorria o “feirão” de drogas, sob o comando do PCC, acabaram sendo desmanteladas. Segundo a polícia, 38 pessoas foram detidas, além da apreensão de drogas, armas (incluindo três fuzis) e balanças de precisão. Os dependentes se dispersaram dali e reagiram promovendo saques e arrastões nas vizinhanças.

Bloqueio policial: 500 agentes usados na operação (Adriana Farias/Veja SP)

O governador Geraldo Alckmin e o prefeito João Doria foram conferir de perto o andamento da operação. Antes de chegar à Cracolândia, Doria anunciou que está cumprindo hoje uma de suas promessas de campanha: o fim do programa Braços Abertos. Um dos carros-chefes da gestão do antecessor Fernando Haddad, o Braços Abertos era baseado na redução de danos. Na operação de hoje na Cracolândia, Doria recebeu aplausos de alguns seguranças particulares, mas ouviu também pessoas gritando contra a “higienização” do local.

Cenário após a ocupação: viciados promoveram saques e arrastões na área (Adriana Farias/Veja SP)

Na época de Haddad, os viciados recebiam pagamento em troca de serviços como o de varrição. Hotéis das redondezas foram cadastrados pela prefeitura para servir de abrigos. Na prática, porém, a desorganização e falta de fiscalização prejudicaram a ideia. Não havia controle sobre o trabalho dos viciados (muitos só apareciam no dia do pagamento) e os hotéis tinham condições insalubres para a moradia.

No lugar do Braços Abertos, Doria quer implantar o programa Redenção. Prédios em más condições estão sendo demolidos por máquinas com logos do programa Cidade Linda e os usurários serão encaminhados para internação. “Vamos fazer uma grande trabalho de reurbanização na área os usuários qe quiserem serão encaminhados para tratamento”, prometeu o prefeito. “Os moradores de rua irão para centros de acolhimento. A GCM vai ficar instalada aqui e ninguém mais vai ocupar esse espaco para traficar ou usar drogas”, completou.

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Márcio Silva

    Moro na região central e vejo como excelente a atitude do prefeito Dória. Quando a pessoa usa drogas, isso é um problema para o próprio indivíduo e sua família. Porém, quando mais de 500 pessoas usam drogas fechando uma rua da cidade, impedindo o direito do cidadão de bem poder ir e vir, aí passa a ser um outro problema que precisa ser combatido pela prefeitura sim. Era um absurdo a existência da Cracolândia durante 25 anos. Uma feira-livre de drogados e traficantes. Nenhum prefeito anterior conseguiu resolver o problema da Cracolândia. Agora é necessário o policiamento 24 horas nas ruas da região para que não se forme novamente a repugnante aglomeração de drogados e usuários. Parabéns ao prefeito Dória. Se ele continuar dando a devida atenção q o caso merece, terá meu voto nas próximas eleições.

  2. Alô Doria vem ser o Prefeito do Rio de Janeiro vem, e acaba com a sujeira, população de rua defecando nos jardins, canteiros, sejam públicos ou de edifícios, bancas e carrocinhas de rua pelas ruas fedorentas. Vem Doria.

  3. Prefeito e Governador, coloquem ordem na casa.

  4. Bolsonaro tem que ganhar e exterminar estes drogados.

  5. Helio Carneiro

    Vejo gente que usa o nome do Bolsonaro indevidamente… Uma pena pq com certeza a pessoa que disse essa asneira acima, n representa seu eleitorado muito menos o próprio Bolsonaro.

  6. Nao tem que exterminar ninguem… Precisam de tratamento… E da prisao de traficantes… Ninguem ta nessa situaçao pq quer… Se voce nao passou por algo do tipo nao tem direito de julgar…

  7. Excelente atitude do Dória. Não há negociação com criminosos comuns ou políticos.

  8. José Antonio Debon

    Os drogados fizeram a escolha de usar drogas, ou seja eles querem ser drogados, mas é preciso acabar com o financiamento da droga, os traficantes estão lá porque estão pagando.