PM divulga nota de repúdio à Globo por cena exibida em ‘Malhação’

Texto assinado pelo comandante-geral da corporação diz que a emissora "generalizou toda uma instituição"

A Polícia Militar de São Paulo divulgou uma nota de repúdio a uma cena exibida na terça-feira (30) em Malhação – Viva as Diferenças. O trecho em questão mostra os personagens Anderson e Tina sendo abordados por um oficial com uniforme cinza  semelhante ao da PM –, que trata o rapaz de forma preconceituosa.

Ao checar os documentos do casal, o intérprete do policial diz frases como ‘”o negão está falando aqui que namora com a japinha” e “mano é gente da tua cor” e leva os dois a um Distrito Policial. A cena termina com o personagem sugerindo uma ação violenta ao pai da garota, que nega a proposta. “O senhor tem certeza que não quer que a gente cuide do garoto?“, insiste o “policial”.

De acordo com a PM, o folhetim “generalizou toda uma instituição” ao exibir a cena. “Os feitos positivos da Polícia Militar paulista e as ações destemidas de seus integrantes são evidentes e sobrepõem-se, inquestionavelmente, aos desvios de conduta, que são pontuais. Cenas lamentáveis como induzir o telespectador a criar uma concepção falsa de sua polícia distorcem a realidade de sua essência de conciliação e abnegação”, diz o texto assinado pelo coronel Nivaldo Restivo, comandante-geral da corporação.

O deputado federal Major Olimpio (SD), membro da PM por 29 anos, também se manifestou contra a exibição da cena que, segundo ele, quis “induzir a dizer que todo policial seria racista, preconceituoso, violento na abordagem e corrupto”. Olímpio classificou o episódio como “ataque ao profissional de segurança pública” e protocolou uma representação contra a emissora na Procuradoria Geral da República e o no Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. Marcelo José

    Sou motoqueiro aqui na Capital e já perdi a conta de quantas vezes fui abordado por policiais militares, já no primeiro contato já vem com um tratamento hostil, uma humilhação impressionante como se vc fosse o pior dos piores vagabundo quanto distrato, quanto preconceito, qualquer coisa que falamos, eles já dizem em tom intimidadores vamos prender a sua moto e te prender por desacato e se ficarmos olhando para a cara deles então, só falta nos bater, como já fui acordado por profissionais educadores e verdadeiros polícias… alguns usam a farda para se beneficiar….

  2. Ricardo Augusto

    Cenas lamentáveis? Se esse coronel coloca-se uma body-cam nos PMs de SP ele ficaria mais indignado com a realidade que com a ficção.

  3. Cena perfeita….a maioria dos policiais Paulistas são assim!!!

  4. Mimimi , quando a água bate na bunda é a PM que todos chamam! Chega de hipocrisia nesse país de bananas e pseudo vitimizados!

  5. Adriano Soares DE Matos

    VIVA A POLICIA MILITAR BRASILEIRA !!!

  6. cena lamentável???essa é a realidade..quantos negors inocentes já foram mortos por policiais?quantos ja apanharam sem dever nada??lamentavel é essa sociedade que não aceita críticas..parabéns pra quem criou a cena

  7. Wesley Silva

    Seria o mesmo que generalizar outros profissionais, JORNALISTAS, DENTISTAS, ENGENHEIROS, etc, sem polícia não há democracia, quem aprova um ato desse deve ter o “rabo” preso com a justiça.

  8. admin meu site

    um monte de gente reclamando da pm, se achou ruim liga na corregedoria. quem nao gosta de policia é bandido.

  9. Leonardo Nonato

    Amo esse pessoal q pedi fim da PM, ai esquece do q aconteceu no espírito santo, tinha q todos esses q pedi o fim da PM ser estupradas e ser roubados, Ai nessa hr pedi mesmo o fim da pm