Reduto de milionários, balada Pink Elephant fecha as portas

A última festa será no sábado (26), com discotecagem do apresentador Tiago Leifert

A balada Pink Elephant não terá mais franquia na cidade. Com faturamento mensal que oscilou entre 300.000 e 2 milhões de reais — 5% do montante era enviado à matriz americana —, a casa decidiu não renovar o contrato. A última festa da Pink será no dia 26, com discotecagem do apresentador global Tiago Leifert. Depois disso, o local vai fechar as portas, passar por uma reforma e reabrir com outro nome. O público da nova boate será o mesmo: os muuuito ricos. Composto de oito pessoas, o quadro acionário deve mudar. Hoje, Cássio Gebara é dono de 60% e Giuliano De Luca, de 22%. Nos dois anos de atividade, o maior percalço da boate ocorreu em maio do ano passado. Foi quando a prefeitura a lacrou por falta de alvará de funcionamento.

Comentários
Deixe uma resposta

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s